G1 Santos

Navio que transportou tripulante com malária é autorizado a atracar no Porto de Santos

today11 de julho de 2024 5

Fundo
share close

O navio Genco Picardy veio da Nigéria. O caso de malária no tripulante filipino, de 27 anos, foi confirmado no dia 4 de julho. O navio graneleiro, que seguia para o Porto de Santos para receber uma carga de acúçar, saiu do continente africano em 20 de junho.

Além de febre e dor no corpo, o paciente teve fraqueza muscular. De acordo com o médico Gilberto Martins Maria, que o atendeu no Hospital Beneficência Portuguesa de Santos, ele estava muito debilitado.

“Nós desembarcamos o paciente, levamos para o hospital, fizemos os devidos exames. E, no momento que foi confirmado o caso de malária, ele foi internado”, disse o profissional em entrevista à TV Tribuna, afiliada da Globo.



Tripulantes de navio diagnosticados com malária seguem internados em Santos

Tripulantes de navio diagnosticados com malária seguem internados em Santos

Quando o paciente testou positivo para malária, o restante dos tripulantes foram submetidos a testagem. A Autoridade Portuária de Santos (APS) informou, por meio de nota enviada na quarta-feira (10), que eles não estão doentes. Os resultados foram comunicados à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Em acréscimo, agência marítima também cumpriu com a exigência para execução de desinfestação do navio na área de fundeio por empresa especializada”, disse a empresa. Também por nota, a Anvisa confirmou que não houve casos novos confirmados.

Segundo a APS, o navio Genco Picardy, da Nigéria, está na área de fundeio do Porto de Santos, com previsão de atracação para o dia 13 de julho.

Tripulantes diagnosticados com malária seguem internados em Santos

Tripulantes diagnosticados com malária seguem internados em Santos

Outro caso de malária foi identificado na embarcação Common Galaxy, que veio a Santos após passar pela Costa do Marfim. Com febre, dor no corpo, dificuldade de respirar e dormência nas mãos, o tripulante foi desembarcado no último domingo (7) para atendimento médico e levado para o Hospital Beneficência Portuguesa de Santos.

A Anvisa determinou a desinsetização das duas embarcações e a testagem dos demais tripulantes. Segundo a APS, o segundo navio, o Common Galaxy, também está na área de fundeio, com previsão de atracação para o dia 15 de julho.

O g1 questionou a Anvisa nesta quinta-feira sobre o caso desta embarcação, mas não obteve retorno até a última atualização da reportagem.

Essa doença infecciosa é transmitida a partir da picada de mosquitos da família Anopheles, que são muito comuns em regiões tropicais e úmidas. Em algumas partes do Brasil, eles são conhecidos como mosquito prego.

O agente causador é protozoário Plasmodium e há cinco tipos diferentes dele. Os mais comuns são o falciparum, o vivax e o malariae.

Baixada em Pauta: Stefanie Lopes, vice-diretora da Fiocruz, é a convidada dessa semana

Baixada em Pauta: Stefanie Lopes, vice-diretora da Fiocruz, é a convidada dessa semana

O parasita causador da malária tem uma capacidade de mutação muito grande. E isso faz com que seja quase impossível desenvolver imunidade após a infecção.

Após entrar no organismo humano, esse parasita viaja pela corrente sanguínea e se instala nas células do fígado. Após um tempo de maturação, ele volta ao sangue e invade as células vermelhas (também conhecidas como hemácias).

Ao longo desse processo, as células hepáticas e sanguíneas são destruídas, o que provoca sintomas como febre alta, dor de cabeça, calafrios, dor no corpo e perda de apetite.

Na sequência, o mosquito Anopheles pica a pessoa com malária e suga o sangue infectado, criando novas cadeias de transmissão na comunidade.

O Relatório Mundial sobre Malária, da Organização Mundial de Saúde (OMS), estima que 241 milhões de pessoas foram diagnosticadas em 2020 e, aproximadamente, 627 mil perderam a suas vidas devido à doença. Já a Agência de Saúde Global (Unitaid) afirma que 70% dessas são crianças com menos de 5 anos.

Os principais sintomas incluem:

  • Febre alta
  • Calafrios
  • Tremores
  • Sudorese
  • Dor de cabeça

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

bom-prato-movel-muda-de-endereco-em-guaruja,-sp

G1 Santos

Bom Prato Móvel muda de endereço em Guarujá, SP

Objetivo da mudança é ampliar o acesso ao serviço para moradores de áreas vulneráveis. Estado de São Paulo conta com 45 unidades do Bom Prato Móvel — Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo O Bom Prato Móvel de Guarujá, no litoral de São Paulo, passou a atender em um novo endereço. De acordo com o Governo do Estado, o objetivo da mudança é ampliar o acesso ao serviço para […]

today11 de julho de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%