G1 Mundo

O desabafo de Boris Becker, um dos maiores tenistas do mundo, sobre tempo que passou na prisão

today9 de abril de 2023 7

Fundo
share close

“Costumo ser bom no quinto set. Eu ganhei os dois primeiros sets, perdi os outros dois e planejo vencer o quinto”, disse ele em entrevista à BBC, fazendo analogia a um jogo de tênis.

O premiado tenista classificou o período que passou na cadeia de “brutal” e uma experiência “muito diferente da mostrada em filmes”.

Vejas os detalhes do período em que Becker passou na prisão.



‘Quem quer que diga que prisão não é difícil está mentindo’

Becker foi catapultado para a fama em 1985 quando venceu o torneio de Wimbledon com apenas 17 anos de idade. Em abril do ano passado, ele foi condenado no Reino Unido, onde residia, por descumprir a Lei de Insolvência.

O caso centrou-se na falência de Becker em junho de 2017, resultante de um empréstimo não pago de mais de £ 3 milhões (R$ 18,8 milhões) para compra de sua propriedade de luxo em Maiorca, na Espanha.

Falando antes do lançamento de um novo documentário de TV sobre sua vida e carreira, ‘Boom! Estrondo! The World vs Boris Becker’ (Boom! Estrondo! O mundo x Boris Becker) Becker disse: “Eu não acho que havia um manual escrito sobre como se comportar, o que fazer e como viver sua vida quando você ganha Wimbledon aos 17 anos”.

“A fama, a fortuna, era tudo muito novo”, disse. “Obviamente eu nunca estudei administração e finanças e depois da minha carreira no tênis tomei algumas decisões baseadas em maus conselhos, mas foram decisões minhas.

Após a condenação, Becker passou as primeiras semanas na cadeia de Wandsworth, no sudeste de Londres, antes de passar a maior parte de sua pena na cadeia de Huntercombe, em Oxfordshire, também no Reino Unido.

“Quem quer que diga que a vida na prisão não é difícil está mentindo”, disse o três vezes campeão do torneio de Wimbledon. “Eu estava rodeado de assassinos, traficantes de drogas, estupradores, criminosos perigosos.”

Segundo Becker, na prisão “você luta todos os dias para sobreviver”. “Você precisa se rodear dos caras durões, porque precisa de proteção.”

Becker disse que ser um campeão legendário de tênis não o ajudou em nada na prisão. “Se você achar que é melhor que os demais, você perde. Lá dentro não importava que eu fosse um jogador de tênis. A única moeda que você tem é sua personalidade e seu caráter, nada mais.”

“Você não tem nenhum amigo no começo, está sozinho. E essa é a parte difícil. Você realmente precisa cavar dentro de si suas qualidades e pontos fortes, mas também suas fraquezas.”

‘Eu sinto falta de Londres’

Após ser solto da cadeia, Becker foi deportado para a Alemanha e não vai poder retornar a solo britânico até outubro de 2024.

“Eu sinto muita falta de Londres. Sinto falta de Wimbledon e não vou poder ir (para o torneio) esse ano”, disse. “Quando você está mal… E os últimos cinco, seis anos foram muito difíceis para mim… Você descobre quem realmente está com você e quem não está.”

Ao ser perguntado sobre como está sendo tratado pelas pessoas após sair da prisão, ele disse: “Ninguém é perfeito, incluindo eu. E eu aceitei tudo isso.”

“Eu saí da prisão faz três meses e meio e fico emocionado com a recepção dos fãs, das pessoas na rua que acompanharam um pouco da minha história.”

‘Sou um homem mais forte, melhor’Becker diz que aprendeu lições valiosas do tempo que passou na cadeia. “Eu nunca pensei aos 17 anos que eu seria preso aos 54 anos”, disse.

“Certamente isso me tornou mais humilde. Hoje sei que independentemente de você ser Boris Becker, se você descumprir a lei, você será condenado e preso e isso vale para todos.”

“Nunca esperei o bem e certamente não esperava o mal, mas sou um sobrevivente, sou um osso duro de roer, levei as penalidades, levei a prisão, mas também levei a glória e, no mínimo, isso me tornou um homem mais forte e melhor. Com minhas decisões no futuro, você poderá ver se aprendi com isso ou não.”




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

avalanche-deixa-quatro-mortos-nos-alpes-franceses

G1 Mundo

Avalanche deixa quatro mortos nos Alpes franceses

Equipes de emergência continuam trabalhando, segundo o ministro do interior francês. Balanço da avalanche é provisório. Quatro pessoas morreram e várias ficaram feridas em uma avalanche neste domingo (9) na geleira de Armancette, nos Alpes na França, anunciou no Twitter o ministro francês do Interior, Gérald Darmanin. O balanço da avalanche ainda é provisório e as "equipes de emergência continuam trabalhando", afirmou o ministro, que expressou solidariedade às vítimas e […]

today9 de abril de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%