Gospel Prime

O que significa acreditar na santidade da vida?

today21 de fevereiro de 2023 12

Fundo
share close

A crença na “santidade da vida” é baseada na ideia de que a vida humana é inerentemente sagrada, uma vez que os seres humanos foram criados à imagem de Deus, conforme descrito em Gênesis 1:26-27. Embora a humanidade tenha recebido autoridade sobre outras formas de vida para matar e comer, o assassinato de outro ser humano é estritamente proibido, e a pena é a morte, como descrito em Gênesis 9:6.

No entanto, a imagem de Deus na humanidade foi corrompida pelo pecado, o que significa que a santidade da vida humana não se deve a um valor intrínseco do ser humano caído. Em vez disso, a santidade da vida se aplica à humanidade por causa da imagem de Deus presente em cada pessoa. Embora a imagem divina tenha sido manchada pelo pecado, ela ainda está presente em todos os seres humanos, o que significa que a vida humana deve ser tratada com dignidade e respeito.

A santidade da vida implica que a humanidade é mais sagrada do que o resto da criação, embora a vida humana não seja santa da mesma maneira que Deus é santo. A vida humana é santa porque é “separada” de todas as outras formas de vida criadas por Deus. Embora a santidade da vida seja frequentemente aplicada a questões como aborto e eutanásia, ela deve nos motivar a combater todas as formas de mal e injustiça que se perpetuam contra a vida humana. Isso inclui a violência, o abuso, a opressão, o tráfico humano e muitos outros males que também violam a santidade da vida.

No entanto, além da santidade da vida, existem argumentos mais convincentes contra essas questões, como os maiores mandamentos estabelecidos por Jesus em Mateus 22:37-39. Ele disse: “’Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento.’ Este é o maior e mais importante mandamento. O segundo é semelhante a este: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo.’” Esses mandamentos nos mostram que nossas ações devem ser motivadas pelo amor a Deus e ao próximo. Devemos valorizar nossas próprias vidas como parte do plano de Deus e fazer Sua vontade até que Sua vontade seja melhor atendida por nossas mortes. Devemos amar e cuidar de Seu povo, como descrito em Gálatas 6:10 e Colossenses 3:12-15. Isso inclui cuidar das necessidades dos idosos e doentes e proteger os outros de danos, seja por meio do aborto, da eutanásia, do tráfico humano ou de outros abusos.

Em resumo, a santidade da vida humana é um princípio importante na espiritualidade cristã, mas deve ser vista dentro do contexto maior dos mandamentos de amor de Jesus. Devemos amar a Deus acima de tudo e amar nosso próximo como a nós mesmos. Isso implica valorizar todas as vidas como sagradas e lutar contra todas as formas de injustiça que violam a santidade da vida.






Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

na-presenca-do-criador

Gospel Prime

Na presença do Criador

Quanto mais nos relacionamos com Deus, mais admiramos Sua grandeza. A medida que crescemos em sabedoria espiritual, temos um conhecimento mais profundo sobre quem é o Criador. Assim, quando conhecemos a sabedoria de Deus, passamos a querer estar perto dEle e a buscar um relacionamento mais intimo com o Arquiteto da Vida. “Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos”, diz Salmo 19:1. […]

today21 de fevereiro de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%