Gospel Prime

ONU poderá restringir liberdade religiosa para defender agenda LGBT

today1 de fevereiro de 2023 22

Fundo
share close

A Organização das Nações Unidas (ONU) poderá restringir liberdade religiosa em favor da agenda LGBT, de acordo com Religious Freedom Institute (RFI).

O instituto que trabalha na defesa da liberdade religiosa acredita que o pedido apresentado em um relatório feito por Victor Madrigal-Borloz, com uma série de demandas para o movimento LGBT, ameaça a liberdade religiosa.

No documento, o analista afirma que “encaminhará recomendações aos Estados e outras partes interessadas relevantes para cumprir plenamente suas obrigações sob a lei internacional de direitos humanos para proteger e capacitar as pessoas LGBT+ a buscar a felicidade, exercer e desfrutar de todos os seus direitos humanos”.

Em se relatório, Borloz aponta que “narrativas religiosas e espirituais” estariam sendo usadas ao longo da história “para promover, permitir e tolerar a violência institucional e pessoal e a discriminação contra indivíduos com base na orientação sexual ou identidade de gênero”.

Além disso, o texto diz que para “reprimir a diversidade sexual e de gênero; e promover normas cisgênero e heteronormativas de orientação sexual e identidade de gênero”.



A RFI faz um alerta sobre como o relatório reflete uma visão que estimula a perseguição contra os cristãos por questões de ordem religiosa, uma vez que a Bíblia condena expressamente a prática homossexual e a ideia de que alguém possa mudar sua sexualidade.

“Os proponentes da política ‘SOGI’ [sigla usada para se referir às políticas de promoção à agenda LGBT+] tendem a caracterizar qualquer recusa em afirmar expressões ou condutas ‘SOGI’ como ‘discriminação’ odiosa”, explica a RFI. “Como resultado, a política ‘SOGI’ pode ser usada amplamente contra pessoas e instituições religiosas”, continuou.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

unesp-divulga-lista-de-aprovados-na-1a-chamada-do-vestibular;-veja-nomes

G1 Santos

Unesp divulga lista de aprovados na 1ª chamada do vestibular; veja nomes

Candidatos com nome na lista poderão realizar matrícula virtual de 2 a 7 de fevereiro. Campus Unesp de Bauru — Foto: Paola Patriarca/ g1 A Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" (Unesp) publicou às 10h desta quarta-feira (1º) a lista com os nomes dos candidatos aprovados na primeria chamada do vestibular. Os candidatos que estiverem na relação de convocados poderão realizar o processo de matrícula virtual no Sistema de […]

today1 de fevereiro de 2023 19

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%