G1 Santos

Padre Júlio Lancellotti critica ‘lanças’ em cruz e vê situação como um ato de desprezo aos pobres

today21 de agosto de 2023 15

Fundo
share close

A imagem de uma cruz feita em concreto e coberta por ‘lanças’ em Santos, no litoral de São Paulo, foi criticada pelo Padre Júlio Lancellotti no Instagram. O religioso chegou a escrever aporofobia na publicação, um termo usado para se referir ao medo, rejeição e desprezo aos pobres. (veja mais abaixo)

Depois da publicação ter repercutido, a administração municipal decidiu remover os ‘espetos’ da cruz, que está em frente à Paróquia Sagrada Família, no bairro Castelo.

O padre Júlio é responsável pelas missas da Paróquia de São Miguel Arcanjo, no bairro da Mooca, em São Paulo, e é conhecido por comandar ações que levam dignidade às pessoas em situações de rua.



Além de associar as lanças na cruz à aporofobia, o padre Júlio marcou a Diocese de Santos e escreveu indignado: “Impressionante até na Cruz”.

Em nota, a Diocese da Santos explicou que a cruz foi erguida como um monumento da comunidade pelos 50 anos da criação da Paróquia. “A Igreja de Santos acolhe com respeito os pobres, que são sempre bem vindos e atendidos em nossas comunidades, que tem também muitas iniciativas de ajuda a moradores de rua”.

Conforme apurado pelo g1, os espetos foram colocados pela própria comunidade após reclamações de que a cruz estava servindo como obstáculo para manobras de skate e para casais namorarem.

Em um dos comentários da publicação do Padre Júlio, um internauta disse que é um simbolismo do que é visto na cidade todos os dias e lamentou a situação.

“É muito triste ler todos os dias os posts dos santistas pedindo providências para prefeitura. As providências: Sumir com as pessoas que estão nas ruas”.

Em uma publicação no Instagram, o Padre Júlio Lancellotti associou os ‘espetos’ na cruz à aporofobia — Foto: Reprodução/Instagram

Outra internauta relatou que as informações de que as instalações seriam para tirar o abrigo de pessoas em situação de rua eram falsas. “Os pregos foram colocados depois de pessoas utilizarem a cruz para ficar namorando em cima, fazer de banco e imitar Jesus sendo crucificado”, afirmou.

Entenda o que é aporofobia

Entenda o que é aporofobia

A aracnofobia e a homofobia dão nome a medos e ódios muito difundidos na história da humanidade. A aversão à pobreza também é histórica, mas só ganhou nome próprio há cerca 20 anos. De origem grega, á-poros (pobres) e fobos (medo), a aporofobia se refere ao medo e à rejeição aos pobres.

Na época, o padre afirmou que o ato de protesto teve como objetivo cobrar o então presidente Jair Messias Bolsonaro para sancionar o projeto de lei que proíbe a chamada ‘arquitetura hostil’, construções para afastar pessoas do espaço público e dificultar o acesso de grupos como idosos, crianças ou pessoas em situação de rua.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

heroi-nos-deslizamentos-de-2020-ganha-nome-em-complexo-no-morrinhos

Prefeitura de Guarujá

Herói nos deslizamentos de 2020 ganha nome em complexo no Morrinhos

A Prefeitura de Guarujá oficializará a nomeação do Complexo Cultural, Esportivo e Comercial Mestre Rafael Rodrigues, no Morrinhos 2. Fundador do grupo Afro Ketu e mestre de capoeira, Rafael faleceu como herói, salvando pessoas nos deslizamentos de terra no Morro da Bela Vista, decorrentes das chuvas de março de 2020. O evento será nesta terça-feira (22), às 16 horas, no Paço Moacir dos Santos Filho (Avenida Santos Dumont, 800 – […]

today21 de agosto de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%