G1 Mundo

Papa convida líder católico que defende direitos LGBTQIA+ para sínodo

today9 de julho de 2023 7

Fundo
share close

O Vaticano divulgou a lista de convidados do próximo Sínodo, que vai acontecer em outubro, e um dos convidados do Papa Francisco é o jesuíta James Martin, um defensor dos LGBTQIA+ na Igreja Católica.

O Sínodo Católico é uma assembleia convocada pelo papa na qual se discutem questões importantes sobre temas relacionados à fé.

Martin tem uma organização nos EUA chamada Outreach, que se define como uma organização católico LGBTQIA+ que publica artigos, ensaios e fontes de informação para católicos LGBTQIA+, suas famílias e amigos e também para aqueles quem ministram na Igreja Católica em todo o mundo.



A organização afirma que, de fato, na Bíblia há algumas referências à homossexualidade que condenam a prática, mas o libro também tem códigos morais que orientações éticas que os cristãos contemporâneos ignoram (por exemplo, no Novo Testamento, São Paulo fala para os escravos serem obedientes a seus mestres e que as mulheres devem ficar em silêncio nas igrejas).

Martin já trocou cartas com o Papa Francisco sobre o tema.

O papa havia dado entrevistas nas quais tinha dito que a homossexualidade não deveria ser criminalizada.

Em seu texto para a Outreach, Fraciso diz que quando afirmou que a homossexualidade é um pecado, estava se referindo ao ensinamento moral católico, que diz que todo ato sexual fora do casamento é um pecado. “É claro que também se deve considerar as circunstâncias, que podem diminuir ou eliminar a culpa. Como você pode ver, eu estava repetindo algo em geral. Eu deveria ter dito ‘É um pecado, assim como qualquer ato sexual fora do casamento’”, afirmou ele.

Papa Francisco diz a pais de crianças homossexuais que ofereçam apoio aos filhos sem 'condenação'

Papa Francisco diz a pais de crianças homossexuais que ofereçam apoio aos filhos sem ‘condenação’




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

entenda-nova-lei-alema-para-atrair-mao-de-obra-estrangeira

G1 Mundo

Entenda nova lei alemã para atrair mão de obra estrangeira

Burocracia no acesso ao mercado de trabalho para estrangeiros de fora da União Europeia foi simplificada. Saiba o que muda. Prédio do Reichstag em Berlim. — Foto: Ingo Joseph/Pexels Chancelada na sexta-feira (07/07) pelo Bundesrat, a câmara alta do Parlamento alemão, a reforma da lei da imigração que promete simplificar o acesso ao mercado de trabalho alemão a pessoas de fora da União Europeia (UE) superou sua última etapa legislativa. […]

today9 de julho de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%