G1 Mundo

Para onde vai a taça da Copa do Mundo após o fim do torneio?

today18 de dezembro de 2022 16

Fundo
share close

Passados os 90 minutos do jogo da final da Copa do Mundo de 2022, no Catar, a taça do torneio estará nas mãos de argentinos ou franceses — isso, claro, se não houver prorrogação e/ou pênaltis.

Mas por pouco tempo. É que, por questões de segurança, o vencedor fica com uma réplica, e não com a taça original.

Feita de ouro maciço de 18 quilates, o troféu original tem 36,8 cm de altura e pesa 6,175 kg, segundo o site da Fifa. A base, de 13cm de diâmetro, é composta por duas faixas de pedra malaquita verde (restaurada diversas vezes). O nome do vencedor é escrito na língua oficial do país e logo após o ano.



Maradona beija a taça da Copa do Mundo após a vitória da Argentina sobre a Alemanha Ocidental, em 1986, no México — Foto: AFP

Desde 2006, a taça original só foi entregue ao time durante a cerimônia oficial de premiação (e, logo depois, ela é recolhida pela Fifa e guardada na sede da entidade, em Zurique, na Suíça). O país vencedor recebe uma réplica exata do original, mas feita de bronze e banhada a ouro, segundo o site Goal, especializado na cobertura de futebol pelo mundo.

O nome do país campeão da edição vigente do torneio é gravado na parte inferior da base do troféu. A lista começa desde 1974, primeira edição em que foi dada ao país vencedor.

A taça atual foi idealizada em 1971 por Silvio Gazzaniga, que morreu em 2016, aos 95 anos. Antes disso, a taça usada era Jules Rimet.

Por uma regra da Fifa, a taça Jules Rimet deveria ficar com o país que primeiro vencesse três vezes o mundial de forma consecutiva — no caso, o Brasil.

Mas o troféu Jules Rimet foi levado da sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no Rio, em 19 de dezembro de 1983. Diz-se que a taça foi derretida, mas rumores ainda geram dúvidas sobre o destino final da taça.

Antes disso, o troféu foi roubado da federação inglesa em 1966, antes da Copa do Mundo daquele ano. A taça foi encontrada, embrulhada em jornal, por um cachorro em uma lixeira de um parque no sul de Londres.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

argentinos-se-abstraem-dos-problemas-e-se-entregam-a-lideranca-de-messi

G1 Mundo

Argentinos se abstraem dos problemas e se entregam à liderança de Messi

“Meninos, agora voltamos a sonhar”, diz o refrão da canção que se tornou o hino da Argentina nesta Copa do Mundo e sai em uníssono, como um brado, das cordas vocais de jogadores e torcedores. No último mês, a seleção liderada por Lionel Messi conseguiu agregar as diferentes correntes que cruzam o país e tornou-se um fator de coesão. A batalha política acalmou, e até a inflação deu uma pequena […]

today18 de dezembro de 2022 33

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%