G1 Mundo

Parlamentares dos EUA e do Brasil buscam cooperar em investigação de ataques em Brasília, diz agência

today11 de janeiro de 2023 26

Fundo
share close

Assessores de parlamentares norte-americanos do comitê que investigou os ataques ao prédio do Congresso dos Estados Unidos, em 2021, estão negociando com parlamentares brasileiros para cooperar com a investigação dos ataques aos prédios em Brasília no domingo (8), disseram duas pessoas que têm informações sobre o tema à agência Reuters.

Milhares de bolsonaristas atacaram os prédios do governo federal, do Supremo Tribunal Federal e do Congresso pedindo um golpe para derrubar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no domingo.

O deputado dos EUA Bennie Thompson, presidente do comitê recentemente dissolvido que investigou o ataque de janeiro de 2021 ao Capitólio norte-americano, é um dos parlamentares cujos assessores estão envolvidos nas negociações, segundo uma das fontes, que pediu anonimato porque as discussões ainda são preliminares.



“Estou extremamente orgulhoso do trabalho e do relatório final do Comitê Seleto do 6 de Janeiro. Se servir de modelo para investigações similares, ajudarei no que for possível”, disse Thompson em comunicado por escrito.

O presidente do Senado do Brasil, Rodrigo Pacheco, também discutiu a ideia de tal troca com o principal diplomata dos EUA em Brasília, disse uma terceira pessoa. A fonte afirmou que o encarregado de negócios da embaixada dos Estados Unidos, Douglas Koneff, foi receptivo à ideia.

Golpistas dentro do Palácio do Planalto neste domingo (8) — Foto: Adriano Machado / Reuters

EUA não receberam pedido nenhum

Os EUA não receberam nenhum pedido específico do Brasil sobre a invasão e depredação das sedes dos Três Poderes em Brasília , disse o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken (o cargo de secretário de Estado é semelhante ao de ministro de Relações Exteriores).

Blinken afirmou que os EUA processariam eventual pedido “rapidamente”. Ele acrescentou que não era apropriado que os EUA comentassem sobre a situação do visto de qualquer indivíduo, quando questionado sobre a atual estadia do ex-presidente Jair Bolsonaro na Flórida.

Investigações buscam financiadores

As investigações sobre os ataques terroristas em Brasília apontam, até o momento, que Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo estão entre os estados com mais financiadores dos atos já identificados.

São considerados financiadores pessoas que, entre outras ações, pagaram por transporte, alimentação ou outros itens utilizados pelos terroristas que, no último domingo (8), invadiram e vandalizaram o Palácio do Planalto, o Congresso e o Supremo Tribunal Federal.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

organizacao-dos-estados-americanos-condena-‘mobilizacao-fascista’-no-brasil

G1 Mundo

Organização dos Estados Americanos condena ‘mobilização fascista’ no Brasil

"Condenamos da forma mais clara e enérgica esta mobilização de caráter fascista e golpista que ameaçou os três poderes do Estado no Brasil" e que "não constitui um fato isolado", afirmou o secretário-geral da OEA, Luis Almagro. O embaixador de Honduras na organização, Carlos Roberto Quesada, alertou que "o que está acontecendo hoje no Brasil não sabemos onde será replicado" porque "isso já está virando um mau hábito", e chamou […]

today11 de janeiro de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%