Destaques

PEC Antidrogas avança em reação ao Supremo

today12 de junho de 2024 5

Fundo
share close

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, por 47 votos a favor e 17 contrários, a constitucionalidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45/2023, conhecida como PEC Antidrogas, que criminaliza qualquer tipo de posse ou porte de drogas. De autoria do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), o texto foi relatado pelo deputado federal Ricardo Salles (PL-SP), que apresentou parecer favorável.

A PEC Antidrogas avança para a criação de uma comissão especial para sua análise e, se aprovada, seguirá ao plenário da Câmara. Salles espera que a aprovação ocorra até o final do mês. A proposta surge em meio ao julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a descriminalização do porte de maconha para uso pessoal, suspenso após pedido de vista do ministro Dias Toffoli, com o placar de cinco votos favoráveis à descriminalização até o momento.

A sessão na CCJ foi marcada por intensos debates entre ativistas pró-uso de maconha e deputados de oposição. O deputado Lucas Redecker (PSDB-RS) acusou os ativistas de sustentarem o crime organizado, o que gerou vaias. Por outro lado, deputados governistas e ativistas criticaram a PEC. Chico Alencar (Psol-RJ) argumentou que a proposta é equivocada e defendeu a descriminalização das drogas.

Salles sustentou que o uso de drogas pode levar ao vício em substâncias mais prejudiciais e destacou que tanto traficantes quanto usuários financiam o tráfico de drogas. Ele também apontou que pobres e negros são os mais afetados pelas prisões relacionadas ao tráfico, enquanto usuários de classes mais altas não sofrem as mesmas consequências.

A PEC Antidrogas foi aprovada pelo Senado em 16 de abril, com o senador Efraim Filho (União Brasil-PB) como relator, que incluiu alternativas de prestação de serviços à comunidade para usuários de entorpecentes, em vez de encarceramento. A Lei de Drogas atual prevê oito circunstâncias para diferenciar traficantes de usuários, e a decisão sobre a quantidade que diferencia um usuário de um traficante continuará a cargo das autoridades policiais e judiciais.



A expectativa de Salles é que a PEC seja promulgada antes da conclusão do julgamento do STF sobre a descriminalização do porte de maconha para uso pessoal. Para acelerar a tramitação, Salles optou por não alterar a proposta aprovada pelo Senado, evitando resistências adicionais.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Destaques.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homem-ficou-30-minutos-sem-batimentos-e-relata-ter-tido-encontro-com-jesus

Destaques

Homem ficou 30 minutos sem batimentos e relata ter tido encontro com Jesus

Randy Kay, autor do livro “Heaven Stormed: Um encontro celestial revela sua missão no derramamento e tribulação dos tempos do fim”, compartilhou recentemente sua experiência de quase morte e como isso mudou sua perspectiva. Randy contraiu uma bactéria que causou uma infecção generalizada após uma dor na panturrilha, inicialmente pensada como uma distensão muscular. Durante um passeio de bicicleta, sua panturrilha inchou e, após visitar um médico e seguir sua […]

today12 de junho de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%