Pleno News

Pela força das nossas denúncias, leilão de arroz foi suspenso

today12 de junho de 2024 10

Fundo
share close

Marco Feliciano – 12/06/2024 10h45

Leilão de arroz foi suspendido pela força de nossas denúncias (Imagem ilustrativa) Foto: Pixabay

Além de todas as prerrogativas dos parlamentares na elaboração de leis que vão ao encontro das aspirações populares, temos o mister de visitar nosso redutos eleitorais, no fito de detectar as necessidades mais prementes e solicitar do Executivo municipal ou estadual o atendimento imediato dessas demandas.

O trabalho é árduo, mas gratificante, principalmente para nós deputados evangélicos que toda vida vivemos próximo ao povo, dentro de suas casas, nos gabinetes pastorais; mas todo esse esforço nos faz mais fortes e também nos leva a acreditar que a política pode ser a extensão do nosso ministério.

Assim, uma das razões que me fazem erguer a bandeira do conservadorismo é o sucesso em nossas demandas contra o aborto, contra a erotização precoce, contra a famigerada linguagem neutra e muitas outras demandas, como as ideologias alienígenas de esquerda bandeira globalista, que nenhum benefício nos trazem a não ser contenda entre irmãos.

Prova da nossa luta foram as denúncias que fizemos sobre o leilão de arroz proposto pelo governo envolvendo bilhões de reais, e que foram vencidas por empresas, que não possuem lastro financeiro para arcar com essa responsabilidade, como a de pequeno porte do Amapá, um pequeno estado. Isso nos fez lembrar outra empresa do Amazonas, que venceu a licitação para venda de R$ 50 milhões em respiradores para tratamento da Covid, que foram pagos e nunca entregues.



Então, após nossa denúncia e de diversos deputados, recebemos a notícia de que o governo anulou essa licitação da venda do arroz, e marcará novo procedimento. Todavia, aguardamos investigação rigorosa e que se dê nome aos responsáveis por tão torpe tentativa de lesar os cofres públicos.

Finalizo pedindo a Deus forças para continuar enfrentando os marxistas que não creem no nosso Deus e desprezam seus filhos, o povo. E que Ele derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todo povo brasileiro.

Marco Feliciano é pastor e está em seu quarto mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Após suspeita de fraude, governo Lula anula leilão do arroz

2 Ministro de Lula evita responder sobre leilão: “Não interessa”

3 Leilão de arroz: Secretário deixa cargo após suspeita de fraude

4 Arroz: Federação de produtores mostra dados contra importação

5 Empresário que venceu leilão já confessou propina, diz jornal

Siga-nos nas nossas redes!

O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Pleno News.

Por: Marco Feliciano

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

motorista-mata-motoboy-atropelado-ao-invadir-pista-na-contramao-e-e-espancado-por-moradores;-video

G1 Santos

Motorista mata motoboy atropelado ao invadir pista na contramão e é espancado por moradores; VÍDEO

Um motociclista, de 40 anos, morreu após ser atingido por um carro que invadiu a contramão de uma avenida em São Vicente, no litoral de São Paulo. Conforme apurado pelo g1 nesta quarta-feira (12), a vítima trabalhava como entregador. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o motorista do automóvel apresentava sinais de embriaguez e fugiu, mas foi alcançado por testemunhas e espancado. O acidente ocorreu na Avenida Angelina Pretti, […]

today12 de junho de 2024 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%