G1 Mundo

Pelo menos 10 magnatas russos morreram de forma suspeita desde 2022; relembre os casos

today2 de julho de 2023 8

Fundo
share close

A polícia investiga as circunstâncias da fatalidade, mas um detalhe chama a atenção: Kristina foi, pelo menos, a 10ª magnata do país a ter uma morte suspeita desde o começo de 2022, pouco antes da Rússia invadir a Ucrânia.

Histórico de mortes suspeitas

No fim de janeiro daquele ano, um mês antes da guerra começar, Leonid Schulman, gerente de alto nível da Gazprom – empresa de energia russa e a maior exportadora de gás natural do mundo – foi encontrado morto e a investigação inicial apontou que a causa era suicídio.



Menos de um mês depois, em 25 de fevereiro (apena um dia após a invasão à Ucrânia), o mesmo aconteceu com outro gerente da mesma empresa, Alexander Tyulyakov.

Em março de 2022, Vasily Melnikov, bilionário da MedStom, uma companhia de suprimentos médicos, foi encontrado morto junto a sua esposas e os dois filhos do casal dentro de casa. A investigação policial foi conduzida alegando que o magnata matou a família e depois cometeu suicídio.

Essa também foi a alegação para outros dois casos: Vladislav Avayev, em 18 de abril, e Serguei Protosenya, em 19 de abril (com um intervalo de menos de 24 horas), foram encontrados mortos também com suas respectivas famílias dentro de casa.

Ainda no ano passado, em maio, o diretor da estação de esqui Krasnaya Polyana, Andrei Krukovsky, foi encontrado morto ao lado de um penhasco, e a suspeita era de que ele tinha caído enquanto fazia uma caminhada.

Assim como a magnata Kristina e Krukovsky, outros dois bilionários morreram após cair de grandes alturas no último ano.

O primeiro foi Ravil Maganov, que era presidente da Lukoil, principal petrolífera da Rússia. Ele faleceu em setembro, depois de cair da janela de um hospital em Moscou. Já em dezembro, o empresário Pavel Antov morreu após de cair da janela do terceiro andar de um hotel de luxo na Índia.

Suspeitas contra o Kremlin

Essa misteriosa onda de mortes de magnatas russos tem gerado uma série de especulações sobre suicídios forjados e acusações ao Kremlin por um suposto envolvimento nos casos, numa tentativa de calar críticos à invasão russa na Ucrânia.

Alguns dos nomes dessa lista, no entanto, nunca criticaram publicamente o Kremlin, destaca a agência de notícias Deutsche Welle. Mas, nenhum deles, mesmo aqueles que não fizeram essas críticas, foram colocados nas listas de sanções internacionais contra a Rússia após a guerra.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

museu-do-cafe-promove-atividades-para-o-publico-infantil-nas-ferias-de-julho;-veja-a-programacao

G1 Santos

Museu do Café promove atividades para o público infantil nas férias de julho; veja a programação

O Museu do Café, localizado no Centro Histórico de Santos, no litoral de São Paulo, preparou uma programação especial voltada ao público infantil. As atividades serão realizadas durante as férias escolares de julho. (Confira o cronograma abaixo). De 5 a 30 de julho, das 11h às 17h, o ponto turístico, que é administrado pela Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, terá um ambiente para […]

today2 de julho de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%