G1 Mundo

‘Perdemos pessoas incríveis e da nossa família’, diz local que foi alvo de ataque armado nos EUA

today26 de outubro de 2023 3

Fundo
share close

“Nada disso parece real, mas infelizmente é. Estamos arrasados. Perdemos algumas pessoas incríveis da nossa família e comunidade de boliche na noite passada. Não há palavras para consertar isso ou tornar a sensação melhor. Oramos por todos que foram afetados por esta terrível tragédia”, disse o boliche.

Um homem de 40 anos entrou no estabelecimento e atirou contra as pessoas que estavam lá. Ele também atacou um bar a 6,5 km de distância e fugiu.

“Meu coração está despedaçado. Estou sem palavras. Em frações de segundo, o mundo vira de cabeça pra baixo sem motivo. Perdemos grandes pessoas desta comunidade”, diz a publicação feita pela página oficial do bar.



O homem está armado e é considerado perigoso. Estabelecimentos comerciais e empresas foram orientados a fecharem as portas e as aulas foram suspensas na rede pública da cidade.

Até a última atualização desta reportagem, a polícia havia encontrado um carro branco, que acredita ter sido utilizado pelo assassino, no distrito de Lisbon, a 11 km de distância de Lewiston.

O massacre é o mais mortal de 2023, nos EUA, segundo levantamento do instituto Gun Violence Archive. O ataque mais violento da história recente do país aconteceu em Las Vegas, em 2017, quando 58 pessoas foram assassinadas e 441 ficaram feridas.

Desde o início de 2023, 565 tiroteios em massa foram registrados no país, provocando a morte de 595 pessoas. No mesmo período do ano passado, foram registradas 559 ocorrências com 545 mortes.

O presidente Joe Biden foi informado e continuará recebendo atualizações, disse uma autoridade dos EUA em Washington.

O presidente conversou por telefone individualmente com a governadora do Maine, Janet Mills, os senadores Angus King e Susan Collins e o congressista Jared Golden sobre o tiroteio em Lewiston e ofereceu total apoio federal após o ataque, disse a Casa Branca.

Maine não exige autorização para porte de armas

Viaturas policiais são vistas em rua de Lewiston, no Maine, estado dos Estados Unidos, em 26 de outubro de 2023 — Foto: Nicholas Pfosi/REUTERS

Com cerca de 38 mil habitantes, Lewiston faz parte do condado de Androscoggin e fica a cerca de 56 km ao norte da maior cidade do estado, Portland.

Maine tem baixos índices de criminalidade. Durante todo o ano de 2022, 29 homicídios foram registrados em todo o estado.

O estado não exige autorização para porte de armas, e tem uma cultura de longa data de posse de armas que está ligada às suas tradições de caça e tiro esportivo.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

video:-sirenes-tocam-perto-de-hospital-em-israel-onde-bunker-foi-transformado-em-uti-neonatal

G1 Mundo

VÍDEO: Sirenes tocam perto de hospital em Israel onde bunker foi transformado em UTI neonatal

Documentarista brasileiro relata sentimento de incerteza a cada ameaça de foguetes lançados pelo Hamas em direção ao território de Israel. Sirenes tocam perto de hospital em Israel O documentarista brasileiro Gabriel Chaim mostrou com exclusividade à GloboNews imagens do hospital de Ashkelon, em Israel, que fica próximo à fronteira com a Faixa de Gaza. Na manhã desta quinta-feira (26), funcionários e pacientes tiveram que se abrigar no bunker após sirenes […]

today26 de outubro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%