G1 Santos

PF fecha laboratório que fabricou mais de R$ 30 milhões em notas falsas e prende duas pessoas no litoral de SP; VÍDEO

today5 de julho de 2024 4

Fundo
share close

A Polícia Federal fechou um laboratório que fabricou mais de R$ 30 milhões em notas falsas em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Segundo a Polícia Federal, estima-se que a fábrica tenha sido responsável por cerca de 50% das cédulas ilícitas em circulação no país. O chefe da quadrilha e um falsificador foram presos em flagrante.

A Operação ORIS visa desarticular a organização criminosa que produzia e comercializava papel-moeda falso. O nome da operação vem da palavra “fonte” em latim. Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos por 30 policiais federais em Itanhaém nesta sexta-feira (5).

De acordo com a PF, o laboratório funcionava em uma área residencial da cidade. As investigações apontaram que os criminosos vendiam as notas falsas pela internet e tinham uma rede de distribuidores terceirizados que as entregavam em várias partes do país.



Segundo a PF, a investigação teve como base uma análise de dados de milhares de apreensões no país todo, dezenas de flagrantes realizados e muitos cruzamentos de dados e campanas. Ao todo, foram 18 meses de investigação até a PF chegar ao laboratório onde as cédulas são fabricadas.

Em Itanhaém, uma grande quantidade de maquinário e de papel-moeda falso pronto para venda foram encontrados. Segundo as investigações, foram apreendidos aproximadamente R$ 10 milhões em notas falsas.

Quadrilha fabricou mais de R$ 30 milhões em notas falsas — Foto: Divulgação/Polícia Federal

A quadrilha mudava o endereço para dificultar o trabalho policial mas, ao rastrear o dinheiro, a PF chegou até a fábrica clandestina. Ainda segundo as investigações, estima-se que a fábrica tenha sido responsável por cerca de 50% das cédulas ilícitas em circulação no país.

Com um histórico de roubos, assaltos e tráfico de drogas, a quadrilha teria migrado para falsificação de reais. O chefe e o falsificador foram presos nesta sexta-feira, mas outros criminosos do grupo já haviam sido detidos em outras operações.

Fábrica clandestina de notas falsas foi fechada pela Polícia Federal em Itanhaém (SP) — Foto: Divulgação/Polícia Federal

Fábrica clandestina de notas falsas ficava em uma área residencial de Itanhaém (SP) — Foto: Reprodução

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

receita-federal-encontra-380-kg-de-cocaina-escondida-em-carga-de-cafe-no-porto-de-santos,-sp

G1 Santos

Receita Federal encontra 380 kg de cocaína escondida em carga de café no Porto de Santos, SP

Droga foi apreendida pela Polícia Federal. Carga seria exportada para a Suécia, com passagem pela Bélgica. Cocaína foi encontrada em carga de café no Porto de Santos (SP). — Foto: Divulgação/Polícia Federal A Receita Federal encontrou 380 kg de cocaína escondidos dentro de um contêiner depositado em um terminal do Porto de Santos, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, a carga seria exportada para Gotemburgo, na Suécia, […]

today5 de julho de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%