G1 Santos

Polícia Civil identifica três suspeitos de espancar homem no litoral de SP, muda investigação e apura envolvimento de ex-namorada

today10 de maio de 2023 13

Fundo
share close

A Polícia Civil identificou três homens que são suspeitos de terem espancado Osil Vicente Guedes, de 49 anos. em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele morreu após ficar três dias internado no hospital Santo Amaro. Uma prisão preventiva foi decretada, outra está em análise, e a terceira deve ser solicitada à Justiça nos próximos dias. A polícia mudou a linha de investigação e agora apura o envolvimento da ex-namorada de Osil no caso.

As informações foram passadas nesta quarta-feira (10) pelo delegado de Polícia Seccional de Santos, Rubens Eduardo Barazal Teixeira. De acordo com ele, o mandado de prisão de Douglas William Santos da Silva, que é ex-cunhado da ex-namorada de Osil, pode ser cumprido ainda nesta quarta-feira (10).

Também foi solicitada à Justiça a prisão preventiva de Ailton Lima dos Santos, vulgo Yoda, que está sendo analisada. O terceiro agressor identificado não teve o nome divulgado, porém, a polícia trabalha para também pedir a elaboração do mandado de prisão. Além dos pedidos de prisão, também foram apreendidos o celular de Douglas e da ex-namorada de Osil.



Segundo o delegado, a princípio, os policiais verificavam se Osil havia furtado uma motocicleta. “Surgiu, logo de início, uma motivação que foi descontruída, ou seja, de ele ter sido o autor do furto de uma motocicleta e que teria sido espancado em razão de ser um ladrão de motocicleta, o que não corresponde a verdade. Essa hipótese foi absolutamente descontruída com a oitiva do proprietário da motocicleta”, disse.

De acordo com Barazal, a investigação se voltou aos autores do espancamento. A polícia conseguiu apurar a participação de três pessoas. “Homicídio triplamente qualificado em situação que dificultou, impossibilitou qualquer tipo de reação a vitima, por motivo fútil”, disse Barazal, em entrevista à TV Tribuna.

A Polícia Civil continua em investigação para buscar a motivação do crime e verificar se houve envolvimento da ex-namorada de Osil no caso. “A investigação é dinâmica. O fato de ela (ex-namorada) ter sido ouvida uma vez, não impede que ela seja ouvida mais dez vezes, de acordo com os fatos que vão chegando”, afirmou.

Osil Vicente Guedes, de 49 anos, que morreu linchado após ser vítima de uma acusação falsa sobre ter roubado uma moto em Guarujá — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um homem foi espancado por um grupo de pessoas entre a Rua Tambaú e a Avenida Oswaldo Cruz, em Vicente de Carvalho, em Guarujá, na tarde do dia 3 de maio. Testemunhas relataram à PM que gritos de “pega ladrão” foram direcionados a Osil. Um motorista flagrou o momento das agressões (veja o vídeo abaixo).

Homem é agredido por moradores e fica desacordado em Guarujá

Homem é agredido por moradores e fica desacordado em Guarujá

O dono da moto informou à Polícia Militar ter emprestado o veículo para Osil antes das agressões acontecerem. Segundo o homem, ele era uma pessoa “trabalhadora” e que “não se metia em confusão”.

Osil sofreu um traumatismo craniano por conta das agressões. O Hospital Santo Amaro (HSA) informou que o paciente teve uma morte encefálica [parada de todas as funções do cérebro] no dia 6 de maio e a morte foi confirmada no dia seguinte.

O corpo de Osil foi velado na manhã de terça-feira (9), no Cemitério da Consolação, em Guarujá. A cerimônia começou por volta das 8h, com a presença de amigos e familiares. O enterro aconteceu às 10h30, no mesmo local.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), o caso inicialmente foi registrado como “lesão corporal” no 2º Distrito Policial (DP) de Guarujá, porém, acabou modificado para “homicídio” após a morte de Osil.

Osil Vicente Guedes não tinha antecedentes criminais, era dono de uma empresa de reciclagem no bairro Vila Áurea, no distrito de Vicente de Carvalho. A companhia fica a aproximadamente um quilômetro do local onde ele foi linchado. Ele deixou três filhos.

Veja quem era o homem linchado por conta de fake news no litoral de SP

Veja quem era o homem linchado por conta de fake news no litoral de SP

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

a-mulher-com-deficiencia-que-contratou-profissional-para-fazer-sexo-pela-primeira-vez-aos-43

G1 Mundo

A mulher com deficiência que contratou profissional para fazer sexo pela primeira vez aos 43

A sugestão havia partido da assistente social que auxilia Melanie. Enquanto se isolavam juntas, Tracey (nome fictício) fez uma massagem em Melanie. Ninguém havia tocado em Melanie antes de forma não médica e, aos 43 anos, ela percebeu que queria mais. Tracey lhe revelou que já havia sido prostituta e pensou que pagar por sexo poderia ser uma opção para Melanie. "Abriu meus olhos para o fato de que talvez […]

today10 de maio de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%