G1 Santos

Polícia Federal conclui que prefeito de Guarujá, Válter Suman, sabia e participava de esquema de corrupção

today1 de dezembro de 2022 38

Fundo
share close

Documentos obtidos pela TV Tribuna, afiliada da Rede Globo, apontam que 12 diferentes crimes de lavagem de dinheiro ligados ao prefeito de Guarujá foram apurados pela PF. A Polícia analisou e descobriu, com a autorização da Justiça, informações fiscais e bancárias de que a família Suman teve um aumento patrimonial de R$ 11.600.000 nos últimos seis anos. O dado contradiz o chefe do Executivo, que havia declarado uma perda de R$ 177.750,20 no período.

Quando foi preso em 2021, Suman estava morando em um apartamento na Praia de Pitangueiras e, na época, o imóvel estava em nome do ex-secretário de Desenvolvimento Econômico e Assuntos Portuários de Guarujá, Rogério Ludge Lima Neto. À PF, ele negou ser o dono e esclareceu que era de propriedade do ex-secretário.

Relátorio da PF mostra que Suman teve acréscimo no patrimônio apesar de ter declarado perda nos últimos 6 anos — Foto: TV Tribuna/Reprodução



Na época da prisão, Suman afirmou à PF que tinha intenção de comprar o imóvel, mas que a negociação não se concretizou. Além disso, o prefeito disse que proprietário reformou o apartamento, seguindo a preferência da primeira-dama Edna Suman, mas que o valor seria colocado no preço da venda.

Lima Neto, por sua vez, contou à PF que realizou a benfeitorias necessárias no imóvel e que a documentação inerente à reforma do apartamento foi feita junto à prefeitura. Ele disse, ainda, que o imóvel seria vendido como permuta [em troca de algo] ao prefeito, mas que o negócio não foi efetivado.

PF identifica que Suman possuía, em local seguro, contrato de compra e venda de imóvel na Praia de Pitangueiras em Guarujá, SP — Foto: TV Tribuna/Reprodução

No entanto, as investigações baseadas em documentos apreendidos apontam outra versão. No apartamento onde estava o ex-secretário da Educação, Marcelo Nicolau, no bairro Morumbi, na capital paulista, os agentes encontraram um contrato passando o imóvel para os filhos do prefeito no valor de R$ 800 mil. Além disso, recibos de pagamentos assinados por Lima Neto com valores quitados pelos herdeiros do prefeito também foram encontrados no local.

Segundo o relatório da PF, apesar de o imóvel estar em nome de Lima Neto, Suman possuía, em local seguro, um contrato de compra e venda com as respectivas quitações do imóvel, assinado pelo proprietário, procedimento que é comumente utilizado para lavagem de dinheiro.

PF conclui inquérito e aponta que concluiu que prefeito de Guarujá, Válter Suman (PSDB), sabia e participava de um esquema de corrupção adquirindo bens e escondendo os valores — Foto: TV Tribuna/Reprodução

Os peritos da PF apuraram que o apartamento era avaliado em quase R$ 1,5 milhão, mas foi negociado por R$ 800 mil e que a reforma custou aproximadamente R$ 1,5 milhão.

A arquiteta responsável pelo projeto afirmou à Polícia que a obra foi paga em dinheiro por Edna e que, por exigência da mesma, não eram emitidas notas fiscais.

O documento que registra a reforma na prefeitura foi feito em nome de Edna. Entretanto, sofreu uma alteração de troca de nome da contratante, que deixou de ser a primeira-dama.

Ainda de acordo com a apuração da PF, a família Suman comprou dois apartamentos em Campos do Jordão (SP) e realizou a reforma dos imóveis, que teriam sido pagas em dinheiro por Edna, totalizando R$ 610 mil.

O casal teria comprado, ainda, oito unidades de um empreendimento avaliados em quase R$ 2,5 milhões pagos em dinheiro e boleto, e que esses imóveis foram registrados em nome dos filhos do prefeito e do ex-secretário Marcelo Nicolau.

Prefeito de Guarujá, Válter Suman, foi preso durante operação da Polícia Federal — Foto: Matheus Tagé/Jornal A Tribuna

A PF apontou, ainda, a compra de joias, artigos de luxo e a aquisição de quatro carros pelo casal. Edna e Válter Suman foram indiciados pelos crimes de ocultação de bens. Ele também foi indiciado por corrupção ativa, passiva, fraude em procedimento licitatório e outros crimes.

A reportagem entrou em contato com a defesa de Suman, mas não obtive retorno até a última atualização desta reportagem.

Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do prefeito de Guarujá, Válter Suman — Foto: Nina Barbosa/g1

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Deslizamento foi registrado na estrada estadual que liga Eldorado a Jacupiranga, SP — Foto: Reprodução/Eldorado em Foco




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guaruja-premia-vencedores-do-5°-concurso-de-video-socioambiental

Prefeitura de Guarujá

Guarujá premia vencedores do 5° Concurso de Vídeo Socioambiental

 Cerimônia aconteceu na última terça-feira (29), no Procópio Ferreira Os vencedores do 5° Concurso de Vídeo Socioambiental ‘Olhar Sustentável’, realizado pela Prefeitura de Guarujá, foram premiados na última terça-feira (29), em solenidade realizada no Teatro Municipal Procópio Ferreira. A iniciativa coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), contou com apoio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc). A cerimônia contemplou os primeiros colocados das categorias Ensino Fundamental I e Ensino […]

today1 de dezembro de 2022 23

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%