G1 Mundo

Presidente de Taiwan se reúne com presidente da Câmara dos Deputados dos EUA; China promete resposta firme

today6 de abril de 2023 29

Fundo
share close

A presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, se reuniu com o presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Kevin McCarthy, do Partido Republicano, nesta quarta-feira (5).

O encontro aconteceu na Califórnia, na Biblioteca Presidencial Ronald Reagan, em Simi Valley.

“Não estamos isolados e não estamos sós”, afirmou a líder taiwanesa ao deputado. “Sua presença e apoio inabalável reafirmam ao povo de Taiwan que não estamos isolados e não estamos sós”, disse Tsai.



A dirigente taiwanesa também se reuniu com uma delegação de políticos americanos do Partido Democrata.

Por que o encontro é controverso?

A China considera a ilha de Taiwan como uma província rebelde que faz parte do território chinês e diz que está disposta a retomá-la até mesmo pela força, se necessário.

Sob o princípio de “uma só China”, o governo da China não permite que nenhum país tenha relações diplomáticas com ela e com Taiwan ao mesmo tempo.

Apenas 13 países no mundo reconhecem Taiwan.

O governo dos Estados Unidos há muito tempo mantém uma “ambiguidade estratégica” sobre o assunto, uma doutrina que visa dissuadir a China de invadir Taiwan e impedir que os líderes da ilha provoquem Pequim com uma declaração de independência.

A China prometeu dar uma resposta firme à reunião, noticiou a agência estatal chinesa Xinhua.

“Em resposta aos atos de conluio gravemente errôneos entre os Estados Unidos e Taiwan, a China tomará medidas firmes e eficazes para salvaguardar a soberania nacional e a integridade territorial”, informou o Ministério das Relações Exteriores, em nota publicada pela Xinhua.

A reunião de quarta-feira “fragilizou gravemente o princípio de uma só China”, segundo o qual nenhum país pode manter relações simultaneamente com Taipé e Pequim, afirmou o ministério.

“A questão de Taiwan é o núcleo dos interesses fundamentais da China e a primeira linha vermelha que não deve ser cruzada nas relações sino-americanas”, diz a nota do Ministério das Relações Exteriores.

O Ministério da Defesa Nacional também criticou a reunião entre Tsai e McCarthy, segundo a Xinhua.

“Nós nos opomos firmemente a todas as formas de interação oficial entre Estados Unidos e Taiwan e a qualquer visita da líder das autoridades taiwanesas aos Estados Unidos sob qualquer nome e qualquer pretexto”, afirmou o ministério, de acordo com a Xinhua.

O Exército chinês “vai salvaguardar firmemente a soberania e a integridade territorial, assim como a paz e a estabilidade ao redor do estreito de Taiwan”, disse a agência estatal.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

falta-de-combustivel-em-cuba-se-agrava-e-filas-se-formam-ao-longo-de-diversos-quarteiroes

G1 Mundo

Falta de combustível em Cuba se agrava e filas se formam ao longo de diversos quarteirões

A cidade de Havana, em Cuba, está enfrentando uma falta de gasolina que faz com que as filas para abastecer sejam do comprimento de várias quadras. Há casos de motoristas que estão há dias aguardando a chegada de gasolina. Os carros de transporte público e os taxistas já estavam enfrentando problemas para abastecer nos últimos meses com uma escassez cada vez mais frequente. O taxista Alexander Pérez, de 43 anos, […]

today6 de abril de 2023 18

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%