Tocando:

Rádio 97Web

Professora de Teologia pede a Deus para odiar brancos

Escrito por em 20 de abril de 2021

A professora da Mercer University na Geórgia, Chanequa Walker-Barnes, que leciona teologia, pede a Deus que a ajude a “odiar os brancos” em um livro que ela publicou.

A obra apareceu na lista das mais vendidas no New York Times, após receber inúmeras críticas, a autora alegou nas redes sociais que as frases de oração foram tiradas do contexto.

Um dos trechos retirados do livro “A Rhythm of Prayer: A collection of Meditations for Renewal” [Um Ritmo para Oração: Uma Coleção de Meditações para Renovação] diz no começo de um capítulo: “Querido Deus, por favor, ajude-me a odiar os brancos. Ou pelo menos a querer odiá-los”.

“Pelo menos, quero parar de me preocupar com eles, individual e coletivamente. Quero parar de me preocupar com suas almas racistas e equivocadas, parar de acreditar que podem ser melhores, que podem deixar de ser racistas”, continua a oração.

Walker-Barnes explica na sua publicação que sua oração é para odiar os brancos bons, que apoiam a Fox News e o Trump, fazendo comentários racistas velados, que ela não precisa odiar os brancos abertamente racistas porque eles já “estão no inferno”.

Em seu Twitter, ela comentou que esse trecho teria sido escrito em uma resposta a um de seus amigos brancos que a chamou de nigger (um xingamento em inglês) e que ela odeia os brancos por causa da sua família e das suas experiências.

“O ódio é justificado. Eu poderia até encontrar um precedente bíblico para isso.. Deus me deu um espírito diferente, que insiste em buscar a bondade e a possibilidade, que mantém a raiva e a esperança juntas”, afirmou a professora.




Opinião dos visitantes

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *