G1 Santos

Projeto que daria medalha a Jair Bolsonaro é retirado da Câmara de Santos, SP, após equívoco de autor

today19 de outubro de 2023 5

Fundo
share close

Conforme apurado pelo g1, entre os principais motivos para a retirada do projeto está um ‘erro’ na descrições de ‘conquistas’ por parte de Jair Bolsonaro. O vereador Fábio Duarte incluiu no documento a informação que aponta o ex-presidente sendo eleito a ‘Pessoa do Ano de 2020’ por conta do “papel na promoção do crime organizado e da corrupção”.

A ‘premiação’ estaria atribuída ao Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP), que em português significa ‘Projeto de Reportagem de Crime Organizado e Corrupção‘. Trata-se de um consórcio de centros de investigação e jornalistas que operam na Europa, na Ásia e América Central.

Veja, abaixo, a suposta ‘premiação’ de Bolsonaro citada no projeto:



Vereador justificou em Projeto de Decreto Legislativo que Bolsonaro é premiado pelo “papel na promoção do crime organizado e da corrupção” — Foto: Reprodução

O vereador Fábio Duarte acrescentou, durante a 62ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal, que Jair Bolsonaro recebeu 57% dos votos da população santista nas eleições de 2022.

Conforme mencionado pelo vereador durante a sessão, isso “mostra que o cidadão santista aprovou o governo Bolsonaro e queria que ele continuasse governando nosso país”.

Durante a sessão, o parlamentar afirmou que vai reapresentar o projeto já na próxima terça-feira (24). Ele acrescentou, inclusive, que Jair Bolsonaro visitará a cidade em 3 de novembro.

“Bolsonaro não precisa de homenagem porque já foi reconhecido e homenageado por diversas instituições, inclusive pelo povo santista”, afirmou o vereador Fábio Duarte.

Ex-presidente Jair Bolsonaro — Foto: Alan Santos/PR

O Projeto de Decreto Legislativo n. 40°/2023, que prevê a concessão do título, foi apresentado durante a 57° Sessão Ordinária de 2023, no dia 28 de setembro. Durante o período, a proposta obteve a maioria dos votos dos vereadores, sendo pautada para a discussão da 62ª Sessão Ordinária de 2023, que ocorre nesta quinta-feira.

Segundo o projeto, apresentado pelo vereador Fábio Duarte, a entrega do título deverá ser realizada em solenidade no Plenário Dr. Oswaldo de Rosis, na Câmara Municipal de Santos, caso o mesmo seja aprovado.

No projeto, o parlamentar explica que a concessão da honraria se deve aos avanços na economia e condição de vida da população brasileira durante o governo do ex-presidente, além de sua “influência no renascimento do movimento patriota no país”.

Além disso, a proposta também prevê o reconhecimento à Bolsonaro a partir do resultado das eleições presidenciais, ocorridas no ano de 2022, tendo em vista que o ex-presidente obteve 145.874 mil votos, vencendo a disputa no município.

Para ser aprovado, o Projeto de Decreto Legislativo precisaria obter a maioria (2/3) dos votos durante sua discussão. Em Santos, é necessário que 14 dos 21 vereadores se posicionem a favor da proposta, que será discutida a partir das 16h, na Câmara Municipal.

Em nota, a Prefeitura de Santos informou que o reforço da segurança com a Guarda Civil Municipal (GCM) foi solicitado pelo Legislativo. O efetivo da corporação municipal atuou para conter os ânimos de parte do público, visando a segurança de todos e do local também, mas não houve registro de ocorrências.

A honraria do Legislativo santista é um reconhecimento a pessoas e instituições que contribuem com a melhoria das condições de vida da população e com o avanço da sociedade.

Concedida há mais de 45 anos, a medalha é o reconhecimento da cidadania de quem deixa um legado à cidade e à população santista. Já receberam a medalha pessoas como a filósofa Djamila Ribeiro, a atleta medalhista Beth Gomes e o campeão de boxe Eder Jofre.

Câmara Municipal de Santos — Foto: Divulgação/Câmara Municipal de Santos

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

eua-interceptam-misseis-disparados-do-territorio-do-iemen

G1 Mundo

EUA interceptam mísseis disparados do território do Iêmen

Um navio de guerra dos Estados Unidos interceptou três mísseis e diversos drones que foram lançados a partir do território do Iêmem, afirmaram, nesta quinta-feira (19), as Forças Armadas americanas. Segundo os americanos, os mísseis tinham como destino o território de Israel. No Iêmen há uma guerra civil entre dois grupos; um deles é apoiado pela Arábia Saudita, e o outro, pelo Irã. De acordo com os americanos, foram os […]

today19 de outubro de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%