G1 Mundo

Quem é Keir Starmer, líder do Partido Trabalhista que deve se tornar primeiro-ministro do Reino Unido

today4 de julho de 2024 9

Fundo
share close

O favorito que quase desistiu da política

Starmer é de uma família de trabalhistas —ele foi até mesmo batizado em homenagem ao fundador do partido, Keir Hardie—, na região de Surrey. Graduado em direito pela Universidade de Leeds, fez pós na Universidade Oxford.

O político trabalhou como advogado especializado em direitos humanos. Ainda no direito, foi membro do Ministério Público, tendo chegado até mesmo a ser diretor do órgão. Em 2014, recebeu o título de cavaleiro.



No ano seguinte, ele foi eleito para o Parlamento. Como parlamentar, foi porta-voz dos trabalhistas para temas ligados à imigração e também para o Brexit, a saída da União Europeia. Starmer assumiu a liderança do Partido Trabalhista em 2020.

O líder anterior, Jeremy Corbyn, era considerado mais radical. Ele deixou a presidência depois de uma derrota eleitoral significativa em 2019. Starmer é tido como um político mais de centro-esquerda do que Corbyn.

Em 2021, quando os trabalhistas perderam o distrito de Hartlepool depois de décadas, Starmer chegou a se questionar se deveria continuar na política, de acordo com a agência de notícias Reuters.

A derrota em Hartlepool foi um golpe para ele, segundo a biografia “Keir Starmer: The Biography”, e Starmer só seguiu na política depois de ser convencido disso pela esposa e por assessores.

Ele conseguiu mudar a cara do Partido Trabalhista: Starmer administrou o grupo com disciplina e proibiu que os parlamentares fizessem promessas sem orçamento para isso.

O político também abandonou algumas de suas ideias. Por exemplo, ele chegou a militar pela estatização de serviços concessionados, como água e luz, mas depois passou a defender que as empresas particulares teriam mais capacidade de atuar para reanimar a economia.

Agora ele é o líder de um partido que pode voltar ao poder e vai assumir um país que enfrenta problemas no serviço público de saúde e uma alta no custo de vida.

As pesquisas dão aos trabalhistas (centro-esquerda), liderados por Keir Starmer, 410 cadeiras no Parlamento.

“Podemos acabar com o caos, podemos virar a página, podemos começar a reconstruir o Reino Unido e mudar nosso país”, afirmou no início da campanha.

Montagem mostra Rishi Sunak e Keir Starmer — Foto: AP




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

eleicoes-no-reino-unido:-trabalhistas-lideram-apuracao,-apontam-pesquisas-de-boca-de-urna

G1 Mundo

Eleições no Reino Unido: trabalhistas lideram apuração, apontam pesquisas de boca de urna

Segundo a pesquisa, os trabalhistas obtiveram 410 assentos no Parlamento britânico, contra 131 dos conservadores do atual primeiro-ministro, Rishi Sunak. Para ganhar a maioria, um partido ou coalizão precisa de 326 cadeiras -- o Parlamento tem um total de 650 assentos. A imprensa britânica está tratando o resultado como uma "vitória de lavada" trabalhista. Com o resultado, Keir Starmer, líder do Partido Trabalhista, deve se tornar o novo primeiro-ministro do […]

today4 de julho de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%