G1 Mundo

Questionado sobre Venezuela, Lula diz que em 2018 não ficou ‘chorando’ ao ser impedido de disputar eleições

today7 de março de 2024 9

Fundo
share close

Petista deu a declaração ao ser questionado sobre a eleição presidencial venezuelana, marcada para julho. Principal nome de oposição a Nicolas Maduro não poderá disputar pleito.


  • O presidente Lula voltou a comentar o processo eleitoral na Venezuela, cuja lisura é internacionalmente questionada



  • Aliado de Lula, Nicolás Maduro vai concorrer à reeleição no pleito marcado para o dia 28 de julho, dia do aniversário do ex-presidente Hugo Chávez

  • O Supremo Tribunal de Justiça, alinhado a Maduro, inabilitou uma eventual candidatura de Maria Corina Machado

  • Questionado sobre o tema, Lula afirmou que, em 2018, quando foi impedido de disputar as eleições presidenciais pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ‘não ficou chorando’ e indicou outro candidato

  • Ele disse ainda esperar que o pleito na Venezuela ocorra de forma ‘democrática’

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e Lula em imagem de fevereiro de 2023 — Foto: Ricardo Stuckert / PR

“Aqui, neste país, eu fui impedido de concorrer nas eleições de 2018. Ao invés de ficar chorando, eu indiquei um outro candidato, que disputou as eleições. Na Venezuela, tá marcada as eleições pro dia 28 de julho. Agora, a pergunta é se a eleição vai ser honesta ou não. Eu espero que as eleições as mais democráticas possíveis”, afirmou Lula.

Lula comenta eleições marcadas na Venezuela: 'Vão convidar olheiros do mundo inteiro'

Lula comenta eleições marcadas na Venezuela: ‘Vão convidar olheiros do mundo inteiro’

‘Não pode jogar dúvida antes da eleição’, diz Lula

“O que eu posso esperar? Que haja as eleições para saber se foram democráticas ou não”, afirmou o petista, que é um tradicional aliado de Maduro.

“A gente não pode já jogar dúvida antes de as eleições acontecerem. Porque aí começa a ter discurso de prever que vai ter problema. Nós temos que garantir a presunção de inocência até que haja as eleições para que a gente posse julgar se foi democrática, decente”, completou.

Na sequência, Lula disse que, após as eleições de 2022, no Brasil, o seu adversário, Jair Bolsonaro, contestou os resultados e levantou dúvidas sobre a segurança do processo de votação.

Sobre a eleição na Venezuela, Sánchez disse esperar que o pleito ocorra com garantias democráticas.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mulher-e-presa-por-aliciar-pessoas-para-o-trafico-internacional-de-drogas;-entenda

G1 Santos

Mulher é presa por aliciar pessoas para o tráfico internacional de drogas; entenda

Uma mulher, de 28 anos, foi presa acusada de tráfico internacional de drogas em Guarujá, no litoral de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, ela aliciava pessoas para que levassem os entorpecentes para outros países. Os investigadores acompanhavam a rotina da suspeita e descobriram o tráfico exercido por ela. Com um mandado de busca e apreensão, os policiais civis entraram no apartamento da mulher e encontraram os produtos ilícitos. Com […]

today6 de março de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%