Tocando:

Rádio 97Web

Resolução da ONU que omite ligação dos judeus com Monte do Templo preocupa EUA

Escrito por em 6 de dezembro de 2021

Os Estados Unidos levantaram sérias preocupações a respeito de uma resolução aprovada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, reconhecendo apenas o nome muçulmano do Monte do Templo, al-Haram al-Sharif, lugar onde ficavam o primeiro e segundo templos judeus.

Tal documento foi aprovado na semana passada como parte da reivindicação da Autoridade Palestina e pelos Estados Árabes.

Na votação, 129 países votaram a favor, 11 contra e 31 abstenções. Os Estados Unidos reagiu à aprovação da resolução e disse que a omissão era “uma preocupação real e séria”.

“É moral, histórica e politicamente errado que a Assembleia apoie uma linguagem que negue as conexões tanto de judeus quanto de muçulmanos com o Monte do Templo e Haram al-Sharif”, disse os EUA, de acordo com um comunicado de imprensa da ONU .

O representante de Israel disse que, que votaram a favor dessas resoluções, a comunidade internacional está contribuindo diretamente para que o conflito entre israelenses e palestinos continue.

O complexo do Monte do Templo, localizado no coração da Cidade Velha de Jerusalém, é o lugar mais sagrado para os judeus. O local também abriga a Mesquita de Al-Aqsa, o terceiro local mais sagrado para o islã, segundo o The Christian Post.




Opinião dos visitantes

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.