G1 Mundo

Rishi Sunak admite derrota nas eleições do Reino Unido, pede desculpas e diz que vai renunciar

today5 de julho de 2024 4

Fundo
share close

Partido Trabalhista conseguiu maioria nas eleições desta quinta-feira (4). Sunak prometeu transição pacífica e ordeira. Horas depois, ele fez um último discurso e deixou a residência oficial em direção ao Palácio de Buckingham para apresentar a renúncia ao Rei Charles 3º.


Rishi Sunak admite derrota para o Partido Trabalhista nas Eleições do Reino Unido, em 5 de julho de 2024 — Foto: Darren Staples/Pool via REUTERS



O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, admitiu a derrota nas eleições do Reino Unido durante discurso nesta sexta-feira (5). Ele afirmou que o Partido Trabalhista, de oposição, venceu e pediu desculpas aos colegas conservadores.

Horas depois, em sua última aparição em frente à residência oficial, ele disse que entregaria a sua renúncia ao Rei Charles. Ele entrou em um carro oficial e se dirigiu ao Palácio de Buckingham em seguida.

Sunak disse que ligou para o líder trabalhista, Keir Starmer, para parabenizá-lo pela vitória. A derrota do Partido Conservador já era prevista por pesquisas boca de urna.

“Há muito para aprender e refletir, e assumo a responsabilidade pela derrota para os bons e esforçados candidatos conservadores… sinto muito.”

O primeiro-ministro também prometeu uma transição de forma ordeira e pacífica, para garantir a estabilidade do país.

“Eu ouvi a raiva e o desapontamento de vocês e eu assumo a responsabilidade por esta derrota”, disse Sunak, logo antes de deixar a casa número 10 da Downing Street, a residência oficial dos primeiros-ministros do Reino Unido.

Em seu último discurso, ele também afirmou que deixaria o cargo de líder do Partido Conservador — mas não imediatamente. Ao lado de sua mulher, ele defendeu seu legado, dizendo que o país está “mais forte” agora.

Rishi Sunak se desculpa por derrota nas eleições do Reino Unido

Rishi Sunak se desculpa por derrota nas eleições do Reino Unido

Sunak conseguiu manter sua vaga no Parlamento do Reino Unido. Por outro lado, o Partido Conservador perdeu dezenas de assentos.

A vitória do Partido Trabalhista foi oficializada durante a madrugada desta sexta-feira, quando a legenda ultrapassou a marca dos 326 assentos necessários para constituir maioria.

Os Trabalhistas já garantiram mais de 410 dos 650 assentos do Parlamento do Reino Unido.

No Reino Unido, Partido Trabalhista conquista vitória esmagadora

No Reino Unido, Partido Trabalhista conquista vitória esmagadora

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Notícias

Eleição no Reino Unido: líder da extrema direita e ‘pai do Brexit’ consegue vaga no Parlamento após perder 7 eleições

Nigel Farage, do Partido Reformista, venceu com ampla vantagem na cidade de Clacton-on-Sea. Político prometeu criar movimento para ser mais competitivo nas próximas eleições. Nigel Farage após ser eleito para o Parlamento do Reino Unido, em 4 de julho de 2024 — Foto: REUTERS/Clodagh Kilcoyne Nigel Farage, conhecido como "pai do Brexit" e líder da extrema direita pelo Partido Reformista, conseguiu uma vaga no Parlamento do Reino Unido pela 1ª vez, após perder sete eleições. Os resultados da votação geral […]

today5 de julho de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%