G1 Mundo

Rússia lança mísseis hipersônicos contra Ucrânia

today16 de maio de 2023 5

Fundo
share close

Segundo confirmaram os dois lados, o míssil utilizado na tentativa de ataque foi o Kinzhal, uma das seis armas da nova geração militar russa apresentada pelo presidente Vladimir Putin em 2018 e capaz de viajar até seis vezes a velocidade do som. Na ocasião, Putin afirmou que o artefato não podia ser derrubado por nenhum sistema no mundo.

Mas o governo ucraniano alegou que seis Kinzhal foram interceptados e destruídos antes de atingirem solo.

Mas um deles conseguiu atingir o alvo, um sistema de defesa contra mísseis terra-ar Patriot construído nos Estados Unidos e que havia sido enviado às Forças Ucranianas, de acordo com a agência de notícias militar Zvezda.



O comandante-em-chefe das Forças Armadas da Ucrânia, Valeriy Zaluzhnyi, negou a informação e disse que todos foram interceptados com sucesso.

Do lado ucraniano, esta foi a primeira vez que as Forças de Kiev alegaram ter atingido uma série inteira de múltiplos mísseis hipersônicos e pode ser uma demonstração da eficácia das defesas aéreas ocidentais recém-implantadas no país.

Por conta dos mísseis, sirenes de ataque aéreo soaram em quase toda a Ucrânia no início desta terça. Em Kiev, o alerta foi ouvido por mais de três horas, de forma intermitente.

Na capital ucraniana, a “chuva” de mísseis pode ser vista nos céus ainda de madrugada. Já a interceptação de parte dos artefatos causou uma “chuva” de destroços na cidade. Autoridades municipais na capital ucraniana disseram que três pessoas ficaram feridas.

Este foi o maior número de mísseis disparado em um espaço curto de tempo desde o início da guerra, segundo o chefe da administração militar de Kiev, Serhiy Popko.

“Foi excepcional em sua densidade – o número máximo de mísseis de ataque no menor período de tempo”, afirmou.

Segundo a agência Zvezda, o Ministério russo disse que os ataques foram direcionados a unidades de combate ucranianas e locais de armazenamento de munição.

Novo míssil hipersônico Kinzhal é apresentado nos céus da Rússia em 11 de março de 2018 — Foto: Ministério da Defesa da Rússia/via AP

O míssil hipersônico Kinzhal, cujo nome significa punhal, pode transportar ogivas convencionais ou nucleares por até 2.000 km. A Rússia usou a arma em uma guerra pela primeira vez na Ucrânia no ano passado e só reconheceu disparar os mísseis em algumas ocasiões.

O presidente russo, Vladimir Putin, tem frequentemente elogiado o Kinzhal como prova da liderança russa em equipamentos militares, capaz de enfrentar a Otan.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homens-sao-vitimas-de-golpe-e-extorsao-apos-lei-antigay-na-nigeria

G1 Mundo

Homens são vítimas de golpe e extorsão após lei antigay na Nigéria

O programa Africa Eye, da BBC, investigou como chantagistas se passam por usuários de aplicativos de encontro populares, apenas para extorquir, espancar e até sequestrar pessoas. Aviso: Este artigo contém referência a suicídio. Levar uma vida secreta como homem gay na Nigéria era arriscado para Mohammed. Ele sempre tomava cuidado quando combinava de sair com alguém — mas um encontro abalou sua vida para sempre. Pai de três filhos, ele […]

today16 de maio de 2023 15

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%