G1 Mundo

Saiba como defensores de animais tentam salvar bichos de estimação no pior incêndio dos EUA em cem anos

today16 de agosto de 2023 8

Fundo
share close

O Havaí foi atingido pelo incêndio mais severo em mais de cem anos, e, além das pessoas mortas, centenas de cachorros, gatos e outros animais de estimação se perderam. Estima-se que 3.000 animais da cidade de Lahaina estejam desaparecidos, segundo a Maui Humane Society.

A entidade tenta atender os animais que chegam feridos e reconecta-los aos seus donos.

A diretora de marketing e comunicações da Humane Society, Katie Shannon, afirma que alguns animais chegaram às clínicas com queimaduras muito severas. “Vimos cachorros que, na prática, perderam suas patas porque tiveram que correr do fogo, e a a queimadura chega até o osso”, afirma ela.



Ela listou alguns dos animais que foram atendidos:

  • Galinhas;
  • Pássaros;
  • Porquinhos-da-índia;
  • Coelhos;
  • Cachorros;
  • Gatos

As chamas no Havaí ficaram mais intensas porque o mato está muito seco, e os ventos, fortes. O fogo chega a se propagar a uma velocidade de 1,5 quilômetro por minuto.

Os animais que chegaram a ser tratados nas clínicas conseguiram escapar de um destino pior: há cenas de corpos de animais carbonizados em ruas da ilha de Maui.

Ainda não se tem plena dimensão da destruição. Os grupos de defesa dos animais estão em contato com a polícia para entrar em locais atingidos pelo fogo.

Eles também instalaram estações de alimentação, com comida e água, para atrair os animais e, então, tentar capturá-los e levá-los para abrigos.

Nos abrigos, os atendentes também procuram os chips que identificam quem são os donos dos animais.

Incêndios no Havaí: autoridades estimam encontrar de 10 a 20 corpos por dia

Incêndios no Havaí: autoridades estimam encontrar de 10 a 20 corpos por dia




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

por-que-ha-6-tipos-de-dolar-na-argentina?

G1 Mundo

Por que há 6 tipos de dólar na Argentina?

Trata-se de mais um forte impacto para um país que já tem uma das maiores taxas de inflação do mundo, que ultrapassa 115% ao ano. Com o anúncio do BCRA — que também elevou a taxa de juros para 118% — e a cotação oficial do dólar foi para 350 pesos no mercado "oficial". O objetivo dessa abrupta desvalorização é deixar o câmbio praticado pelo governo um pouco mais próximo […]

today16 de agosto de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%