G1 Mundo

Saiba quem é o brasileiro encontrado morto em Londres

today18 de agosto de 2023 13

Fundo
share close

Ao g1, familiares de Rodrigo, que moram em Garça, contaram que souberam da morte por meio de amigos que receberam a informação de vizinhos do rapaz. Estes vizinhos viram viaturas da polícia britânica no endereço do brasileiro em Londres.

“Ele sempre mantinha contato com o pai e acabou ficando dois, três dias sem falar com ele. Nesse momento, eles entraram em contato com um antigo conhecido do Rodrigo e descobriram o falecimento dele”, explica o advogado da família, Guilherme Cardoso.

Segundo o advogado da família no Brasil, desde o momento em que foram comunicados da morte de Rodrigo, os familiares mantêm contato com as autoridades no Reino Unido.



A causa da morte, ainda desconhecida, é parte de um trâmite burocrático inerente à cultura local. Por ainda não saber exatamente o que teria acontecido, a família pretende preservar a memória de Rodrigo enquanto aguarda a definição sobre a causa da morte.

“Aqui no Brasil, se a pessoa vem a óbito, ela passa por um médico legista para que seja atestada a causa da morte. No Reino Unido, a morte considerada natural, de imediato, já demora de 48 a 72 horas. Agora, no caso da morte sem uma causa aparente, quando a pessoa não está doente, não está passando por nenhum problema de saúde, leva ainda mais tempo para ter o motivo definido”, comenta o advogado.

“Não há qualquer desinformação, mas sim a necessidade de se respeitar todo procedimento do país onde faleceu, além de resguardar a família. O procedimento para liberação do corpo para este tipo de morte no Reino Unido não é concluído rapidamente pois, conforme a cultura local, o período entre o falecimento e os ritos funerários levam entre duas a três semanas”, complementa o advogado. (Nota na íntegra ao final da matéria).

Ainda não há também informações oficiais sobre as circunstâncias e o local em que o corpo foi encontrado. A assessoria jurídica contratada pela família para ajudar no caso informou que está em contato com autoridades do país europeu para “garantir uma apuração completa e justa dos fatos”.

A assessoria também informou que “em nenhum momento, familiares estão angariando fundos para o traslado do corpo”, e que “qualquer manifestação neste sentido é falsa e golpista”.

Rodrigo Folcato morava há 14 anos na Inglaterra — Foto: HeartCore/Divulgação

Rodrigo, de 38 anos, trabalhava como instrutor de pilates em uma academia localizada no bairro Chelsea, na região central de Londres. Ele era bacharel em Ciências do Esporte e do Exercício.

Academia onde Rodrigo trabalhava na Inglaterra se posicionou sobre a morte do instrutor nas redes sociais — Foto: Reprodução/Instagram

“É com profunda tristeza e com o coração pesado que compartilhamos a notícia de que Rodrigo morreu de forma inesperada nesta sexta-feira, deixando amados, amigos e família.

Rodrigo inspirou todos nós de muitas formas. Perdê-lo é como se uma parte de nós se fosse para sempre. Sua ausência deixará um enorme vazio em todos nós e ficaremos com uma profunda saudade.

Com sua partida, Rodrigo deixa o legado de nos inspirar a mostrar o melhor de nós mesmos todos os dias. ‘Rockstar Roddy’, nós te amaremos para sempre e te carregaremos em nossos corações.

Nós sentimos muito sua falta.

A “morte inesperada” gerou comoção na publicação que informa seu falecimento. “Ó Deus, isso me deixa tão triste! Eu estava ansioso para ver seu lindo rosto sorridente esta semana. Todo meu amor para sua família e amigos”, diz uma seguidora.

“Só para as aulas do Rodrigo pessoa acordava às 5h45 durante anos. Ele era tão único”, disse outra.

Clientes de academia onde brasileiro trabalhava lamentaram morte de Rodrigo — Foto: Instagram/Reprodução

“Absolutamente devastador acordar com este post – todo o meu amor para a família de Rodrigo”; “Meu querido amigo e mentor incrível. Com o coração partido”, lamentaram outras duas pessoas.

No seu perfil no site da academia, Rodrigo se definiu como um professor que “adora fazer outras pessoas se sentirem melhor consigo mesmas e ajudá-las a superar seus limites – para serem exatamente quem elas querem ser”.

Em relação ao seu método de ensino, afirmou que gosta que suas “aulas sejam eficazes, mas de uma forma inteligente e equilibrada” para que elas possam levar os alunos “a lugares que você não sabia que poderia ir”.

“A música desempenha um papel importante, e minhas listas de reprodução são uma mistura de sua próxima música favorita e algumas músicas que permitirão que você cante junto e esqueça todo o resto. Sou mandão e barulhento, mas tudo o que quero é que você se divirta e chegue onde merece”, definiu a si próprio.

O brasileiro morava na Inglaterra havia 14 anos e fez sua última visita ao Brasil em março, contou o pai Francisco Folcato. Além dos pais, ele deixa dois irmãos.

No seu perfil no site da academia onde trabalha, Rodrigo pontuava que era “nascido no Brasil, mas feito para o mundo”. “Apaixonei-me por Londres há uma década e agora é a minha casa”, contou.

O g1 entrou em contato com o Itamaraty e o consulado brasileiro em Londres sobre o falecimento de Rodrigo e o trâmite sobre a causa da morte.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores, por meio do Consulado Geral do Brasil em Londres, afirmou estar “à disposição para prestar assistência consular aos familiares do nacional brasileiro”.

No entanto, em observância ao direito à privacidade e ao disposto na Lei de Acesso à Informação, informações detalhadas só poderão ser repassadas somente mediante autorização dos familiares diretos”.

Nota na íntegra – Família de Rodrigo e advogado

Gostaríamos de informar que todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para esclarecer as circunstâncias desta lamentável perda.

Desde o momento em que a família de Rodrigo Folcato foi comunicada, estamos em contato com autoridades do Reino Unido, para que haja uma melhor assistência e esclarecimento.

Atuando integralmente com as autoridades competentes no Reino Unido, a fim de garantir uma apuração completa e justa dos fatos. Não há qualquer desinformação, mas sim a necessidade de se respeitar todo procedimento do país onde faleceu, além de resguardar a família.

O procedimento para liberação do corpo para este tipo de morte no Reino Unido não é concluído rapidamente, pois conforme a cultura local, o período entre o falecimento e os ritos funerários levam entre duas a três semanas.

O nosso contato em solo inglês, a colega Dra. Fernanda Ellis, está atuando juntamente com as autoridades locais para averiguar as circunstâncias desta triste perda.

E por isso, pedimos a compreensão de todos quanto à privacidade da família nesse momento difícil. Em breve e se necessário, a mesma se manifestará para compartilhar mais informações e atualizações sobre o caso.

Aproveitamos também para esclarecer que, em nenhum momento, familiares estão angariando fundos para o traslado do corpo. E que qualquer manifestação neste sentido é falsa e golpista.

Reiteramos a nossa gratidão pelo apoio, preocupação e mensagens de carinho que todos os familiares estão recebendo. Neste momento de dor, cada gesto de solidariedade tem um significado imenso para os envolvidos.

Agradecemos à imprensa pela preocupação, mas pedimos que aguardem a conclusão das investigações por autoridades do Reino Unido.

VÍDEOS: assista às reportagens da região




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

defesa-aerea-russa-destroi-drone-ucraniano-sobre-moscou,-diz-ministerio

G1 Mundo

Defesa aérea russa destrói drone ucraniano sobre Moscou, diz ministério

O ministério explicou que a Ucrânia realizou o ataque às 4h do horário local (22h de quinta em Brasília) "usando um veículo aéreo não tripulado contra objetivos em Moscou e a região de Moscou". Um drone, após ter sido exposto às armas de defesa aérea, mudou sua trajetória e caiu em um edifício não residencial na área do aterro Krasnopresnenskaya em Moscou, afirmou o ministério em seu canal no Telegram. […]

today18 de agosto de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%