G1 Santos

Santos, SP, registra fenômeno no céu que acontece em Saturno, Júpiter e em buracos negros; entenda

today30 de junho de 2024 4

Fundo
share close

O fenômeno físico ‘Kelvin-Helmholtz’, que é o encontro de massas de ar em diferentes velocidades, transformou as nuvens do céu de Santos (SP) em “ondas”. Ao g1, Giovani Heinzen Vicentin, doutorando em astronomia pela Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, e pela Universidade de São Paulo (USP), explicou que o processo é comum em planetas como Saturno e Júpiter.

O padrão das nuvens chamou a atenção do especialista em climatologia e astronomia, Rodolfo Bonfim, que passeava pela cidade. Ele explicou que o fenômeno no céu também pode indicar a chegada de uma frente fria.

Segundo Giovani, na prática, uma massa de ar frio que veio do Sul do Brasil se encontrou com uma massa de ar quente ‘estacionada’ nas partes mais altas da atmosfera sobre Santos (SP). Como as duas tinham diferentes velocidades, a instabilidade aconteceu.



O doutorando definiu o fenômeno Kelvin-Helmholtz como uma “instabilidade que acontece quando há dois meios, [ou seja], dois fluidos que se movem um em relação ao outro”.

🔭 O fluido é jogado do local de maior para o de menor pressão, levando ao aumento da amplitude das ondas e à perturbação, que gera a instabilidade mencionada por Giovani.

Na Terra e até no ‘vácuo’

Imagem Rodolfo Bonafim Imagem Sonda Juno - NASA

— Foto 1: Rodolfo Bonafim — Foto 2: Sonda Juno – NASA

O estudante de doutorado acrescentou que nem sempre é necessário ter atmosfera para que o fenômeno aconteça. O processo pode ocorrer, por exemplo, entre uma massa ejetada nas proximidades de um buraco negro e o ambiente externo, que segundo ele é basicamente “vácuo”.

Giovani explicou que apesar de Netuno e Urano serem planetas gasosos, frios e distantes do Sol, eles apresentam a superfície mais homogênea. Sendo assim, a instabilidade é mais marcante em Júpiter e Saturno, que segundo ele recebem mais “atenção de sondas enviadas ao espaço”.

Em Júpiter, dono da maior atmosfera planetária do Sistema Solar, há velocidades diferentes que variam conforme a latitude, ainda segundo Giovani. Essas camadas de diferentes densidades interagem e formam a instabilidade como a que ocorreu em Santos (SP).

Já Rodolfo, o especialista em climatologia e astronomia, explicou que Júpiter “gira muito rápido” e, portanto, as massas de ar seguem em sentido oposto à rotação, o que reforça o cenário descrito por Giovani.

Rodolfo acrescentou que, em Júpiter, os ventos chegam a até 600 km/h. “Ém planeta muito frio, mas lá no centro deve ter alguma fonte de calor que gera [mais] turbulência”, pontuou.

‘Close’ do céu com nuvens cirrus fluctus em Santos (SP) — Foto: Rodolfo Bonafim

Rodolfo explicou que esse tipo de instabilidade pode acontecer no mundo todo, normalmente em estações de transição, como no fim do outono ou começo do inverno, por exemplo. Segundo o especialista, ela é mais rara no verão, principalmente levando em conta as transformações climáticas recentes.

“Em regiões como a Baixada Santista, que é uma região de transição, a gente tem o encontro de várias massas de ar de características diferentes. É uma região mais propícia do que outros lugares”, complementou Rodolfo Bonafim.

Giovani afirmou, por fim, que a instabilidade costuma durar somente algumas horas. De acordo com ele, a turbulência vai ‘desmanchando’ as ondas aos poucos, levando as nuvens a se desfazerem ou até transformando-as em nuvens “comuns”.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homem-que-teve-mao-decepada-apos-violentar-missionaria-tentou-estuprar-meninas-a-caminho-da-igreja

G1 Santos

Homem que teve mão decepada após violentar missionária tentou estuprar meninas a caminho da igreja

Conforme registrado em Boletim de Ocorrência (BO), Eduardo levou as meninas até um banheiro na casa dele e ordenou que a mais nova ficasse nua. Ambas tentaram fugir e, revoltado, ele esfaqueou o braço direito da mais velha, ainda segundo o BO. As meninas foram resgatadas e passam bem. Ao g1, Francoazi Kepka, a mãe da menina esfaqueada, explicou que a filha e a amiga têm o costume de brincar […]

today30 de junho de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%