Tocando:

Rádio 97Web

Secretaria de Meio Ambiente de São Vicente, SP, investiga origem de forte odor na Área Continental

Escrito por em 17 de junho de 2021

Segundo a prefeitura, nove empresas foram vistoriadas e duas autuadas. Município afirma que fiscalização continua em estabelecimentos e vias públicas dos bairros.

Secretaria de Meio Ambiente de São Vicente investiga origem de forte odor na Área Continental — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Vicente

A Prefeitura de São Vicente, no litoral de São Paulo, informou nesta quinta-feira (17) que, nos últimos dias, moradores dos bairros Vila Emma, Parque das Bandeiras e Gleba, na Área Continental da cidade, têm denunciado um forte odor semelhante a gás, configurando poluição do ar naquela região. Por isso, a administração está investigando a origem do cheiro.

Pelas redes sociais, diversos moradores reclamaram do forte odor. Nos comentários postados, a população afirma que o cheiro era sentido em diferentes bairros da Área Continental, principalmente durante o período noturno. Uma moradora chegou a relatar que sentiu dores de cabeça devido ao forte cheiro.

Segundo o município, as reclamações, embora antigas, aumentaram recentemente, motivando ações por parte da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Animal (Semam), que coordenou uma vistoria na última segunda-feira (14), nos períodos da manhã e noite. Os alvos foram empresas instaladas nas marginais da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, no sentido Cubatão-Praia Grande.

Semam fez vistoria nesta segunda-feira (14) e afirma continuar investigando forte odor — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Vicente

Além dos profissionais da Semam, também participaram da ação agentes do Pelotão Ambiental, da Guarda Civil Municipal (GCM), Corpo de Bombeiros e da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). Segundo o município, foram vistoriadas nove empresas, sendo que quatro delas têm possibilidade de serem enquadradas como “potenciais poluidoras”. Contudo, durante a vistoria, não foi constatado cheiro forte nas empresas e nos bairros.

Duas empresas foram autuadas por outras irregularidades. Uma delas foi intimada a providenciar adequações no sistema de drenagem, canaletas e limpeza da caixa do Sistema Separador de Água e Óleo (SAO), sob pena de multa. A outra foi intimada a requerer licença ambiental municipal, conforme a Lei Complementar nº 582/06, sob pena de autuação.

A Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Animal afirma continuar com as investigações para descobrir a origem dos odores e os responsáveis, para que as devidas penalidades sejam aplicadas.

Em nota, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) confirmou que a Agência Ambiental de Santos, em apoio à Secretaria de Meio Ambiente de São Vicente, em conjunto com o Corpo de Bombeiros e a Guarda Civil do município, percorreram as áreas da Vila Ema, no período noturno, e também em área de uma empresa com atividade de pátio de contêiner e lavagem de isotanque, e não foi constatado odor de gás.

A Cetesb informa, ainda, que até o momento não recebeu reclamações da população sobre essa ocorrência, e destaca que a população pode fazer sua reclamação por meio do canal de denúncia https://cetesb.sp.gov.br/denuncias-ambientais, ou pelo telefone 0800-0113560.

VÍDEOS: As notícias mais vistas do G1

Newsletter G1Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Opinião dos visitantes

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *