Gospel Prime

STF derruba lei que proíbe linguagem neutra em escolas

today10 de fevereiro de 2023 9

Fundo
share close

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria nesta quinta-feira (9) para suspender lei de Rondônia que proíbe a linguagem neutra em grade curricular, em material didático de escolas públicas e privadas e em editais de concursos públicos.

Em uma decisão que representa o maior retrocesso já homologado pela Corte, os ministros decidiram através do plenário virtual, sem discussões sobre o caso, derrubando a lei. O relator, ministro Edson Fachin, entendeu que cabe à União legislar sobre normas gerais de ensino.

No julgamento, os ministros também decidiram que “norma estadual que, a pretexto de proteger os estudantes, proíbe modalidade de uso da língua portuguesa viola a competência legislativa da União”.

“Compete à União estabelecer competência e diretrizes para a educação infantil, de modo a assegurar formação básica comum. Isso porque, no âmbito da competência concorrente, cabe à União estabelecer regras minimamente homogêneas em todo território nacional”, declarou Fachin.

Acompanharam o voto do relator os ministros Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Dias Toffoli e Roberto Barroso.



Faltam votar os ministros Luiz Fux, Gilmar Mendes, André Mendonça, Nunes Marques, e a presidente da Corte, Rosa Weber.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

igreja-tera-que-pagar-us$-960-mil-por-culto-perto-de-clinica-de-aborto

Gospel Prime

Igreja terá que pagar US$ 960 mil por culto perto de clínica de aborto

Uma organização pró-vida terá que pagar $960.000 em honorários legais e danos por realizar serviços de adoração na propriedade de uma clínica local Planned Parenthood no estado de Washington. Sendo assim, a “Church at Planned Parenthood”, um grupo organizado pela Covenant Church que costumava realizar cultos de adoração na propriedade de uma clínica Planned Parenthood em Spokane, concordou em pagar $850.000 em honorários legais. Nesse sentido, este total foi adicionado […]

today10 de fevereiro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%