G1 Mundo

Sul-coreanos ficam um ou dois anos mais jovens nesta quarta-feira; entenda

today28 de junho de 2023 12

Fundo
share close

Os sul-coreanos ficaram um ou dois anos mais jovens na quarta-feira (28), pois novas leis que exigem o uso apenas do método internacional de contagem de idade entraram em vigor, substituindo o método tradicional do país.

De acordo com o sistema de idade mais comumente usado na vida cotidiana na Coreia do Sul, considera-se que as pessoas têm um ano de idade ao nascer e um ano é adicionado a cada 1º de janeiro.

Desde o início dos anos 1960, o país usa a norma internacional de calcular a partir do zero no nascimento e adicionar um ano a cada aniversário para documentos médicos e legais. Ainda assim, muitos sul-coreanos continuaram a usar o método tradicional no dia a dia.



Em dezembro de 2022, no entanto, a Coreia do Sul aprovou leis para eliminar o método tradicional e adotar totalmente o padrão internacional.

“Esperamos que as disputas legais, reclamações e confusões causadas [pela forma de] calcular as idades sejam bastante reduzidas”, disse o ministro da Legislação Governamental, Lee Wan-kyu, em entrevista coletiva na segunda-feira (26).

De acordo com uma pesquisa do governo realizada em setembro de 2022, 86% dos sul-coreanos disseram que usariam a regra internacional em sua vida cotidiana quando as novas leis entrassem em vigor.

Na Coreia do Sul, existe ainda outro sistema de contagem para recrutamento militar, entrada na escola e legalidade do consumo de álcool e fumo. Este outro método continuará valendo, segundo as autoridades.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%