G1 Santos

Suspeito de espancar homem até a morte após acusá-lo de estupro é indiciado no litoral de SP; VÍDEO

today8 de novembro de 2023 9

Fundo
share close

Um homem, de 43 anos, foi identificado e indiciado por espancar César Augusto Miranda da Silva, de 28, até a morte em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Outro suspeito, de 38, foi preso em flagrante horas após o crime. Imagens obtidas pelo g1 mostram a dupla arrancando a bermuda da vítima e, depois, dando chutes, socos e golpes.

O caso ocorreu na Rua Nilo Coelho, no bairro Aviação, no domingo (5). As imagens obtidas pela reportagem mostram a vítima tentando escalar um portão. A dupla se aproximou do homem e começou a puxá-lo pelas pernas. Ele chegou a ter a bermuda arrancada, ficou nu e caiu no chão, quando começou a ser espancado

A Polícia Militar (PM) foi acionada e encontrou a vítima no chão. Segundo o boletim de ocorrência (BO), os chutes e golpes na cabeça do homem causaram os ferimentos que resultaram na morte, ainda no local. Os dois agressores fugiram após as agressões.



Horas após o crime, o primeiro suspeito foi preso em flagrante. Em depoimento à polícia, ele disse que havia saído de casa para pescar e viu um homem correndo atrás do outro. O agressor contou ter se juntado à caçada após ouvir que a vítima teria tentado estuprar o filho do rapaz que a perseguia.

Segundo suspeito de espancar homem até a morte e acusá-lo de estupro é indiciado em Praia Grande (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação e Reprodução

Os policiais continuaram as investigações e conseguiram identificar a placa do carro do segundo suspeito. Ele que teria feito a acusação de estupro e pegou um macaco mecânico para bater na cabeça da vítima.

As equipes foram até o endereço do proprietário e encontraram o veículo estacionado em uma rua no bairro Vila Sonia, na terça-feira (7). Ao pesquisar nos bancos de dados e analisar as imagens das câmeras de monitoramento, os policiais descobriram que o carro era do filho do suspeito.

De acordo com a Polícia Civil, o homem sabia que os policiais o encontrariam e, por este motivo, se apresentou espontaneamente na delegacia.

O carro e o macaco mecânico usado para golpear a vítima foram apreendidos. A Polícia Civil explicou, em nota, que exames periciais e um laudo do Instituto Médico Legal (IML) estão sendo elaborados para auxiliar as investigações, que continuam.

O g1 questionou a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) para saber se o homem confirmou a versão dada pelo comparsa. Segundo a autoridade policial, o suspeito ainda não deu a sua versão do caso.

Carro e o macaco mecânico usado para golpear a vítima foram apreendidos pela Polícia Civil — Foto: Polícia Civil/Divulgação

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policlinicas-de-santos-terao-servico-de-telemedicina;-veja-como-funcionara

G1 Santos

Policlínicas de Santos terão serviço de telemedicina; veja como funcionará

As policlínicas de Santos, no litoral de São Paulo, vão atender pacientes usando a telemedicina. A medida foi decretada pelo prefeito Rogério Santos (Republicanos) e publicada no Diário Oficial do município. O decreto nº 10.235 regulamenta as ações e serviços de telessaúde, com base na Lei 4.204/23. A partir dele, por exemplo, o profissional de saúde poderá realizar consultas por videoconferência ou de forma assíncrona [quando não acontece em tempo […]

today8 de novembro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%