Tocando:

Rádio 97Web

TD Jakes alerta para o tribalismo dentro das igrejas

Escrito por em 4 de maio de 2021

O bispo TD Jakes advertiu que a igreja de Cristo está cada vez mais dividida, sendo tomada pelo “tribalismo” e cada vez mais “surda” com a situação que vai além do templo.

O tribalismo é definido como “uma forte lealdade à própria tribo, partido ou grupo”, é um conceito que organiza a sociedade em diversas tribos.

“Acho que a primeira coisa que precisamos fazer é sair em uma expedição e ir além das fronteiras da segurança de nossos santuários e, finalmente, cumprir a comissão de Mateus 28:19 de ir por todo o mundo”, disse o líder da The Potter’s House no Edifi Podcast With Billy Hallowell.

Jakes, de 63 anos, pastor da megaigreja com sede em Dallas, no Texas, disse que o tribalismo sempre leva à guerra, para isso é necessário não construir paredes entre nós, mas sim fazer círculos e começar a falar, dessa forma fica mais difícil odiar alguém que você entende.

“Acho que a igreja ficou surda”

É importante ouvir, Jakes se inspirou no exemplo de Jesus e outros heróis da Bíblia que tinham empatia e ouviam as pessoas, acrescentando: “se você falar fluentemente e perder a audição, sua fala irá deteriorar até o nível de sua audição”.

O autor do best-seller do New York Times, enfatizou a importância de ouvir, e afirmou que as pessoas não estão se ouvindo, inclusive no país onde as pessoas estão ocupadas lutando entre direita e esquerda e não ouvem mais os outros, para Jakes, saber o que o outro pensa parece que não é mais importante.

“Acho que a Igreja ficou surda. E ao fazer isso, estamos muito ocupados ensinando e conversando. E temos nossas linhas bem definidas e nossos pontos de discussão, [mas] não estamos ouvindo”, disse ele.

Segundo o The Christian Post, Jakes não é o único líder evangélico a falar sobre os perigos do tribalismo dentro da igreja, em janeiro Russel Moore, especialista em ética na Batista do Sul disse que os crimes contra as minorias religiosas no mundo são frutos do tribalismo, ‘onde o resto do mundo não presta atenção”.




Opinião dos visitantes

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *