G1 Mundo

Terremoto no Marrocos: brasileiros relatam susto e correria durante tremor

today9 de setembro de 2023 12

Fundo
share close

Embora o epicentro tenha sido nas montanhas do Alto Atlas, no centro do território, muitas vítimas estão na cidade histórica de Marrakech, a 71 quilômetros de distância.

Veja relatos abaixo de brasileiros sobre o terremoto:

Moradores do Rio Grande do Sul relatam como foram os impactos do terremoto no Marrocos — Foto: Reprodução/ GloboNews



➡️ Gilberto Ferreira, jornalista, Rio Grande do Sul: disse que ouviu o barulho, os tremores e chegou a pensar que era um acidente aéreo. “Eu achei que era um avião caindo”, conta (veja vídeo abaixo).

Quando amanheceu neste sábado (9), ele afirma que encontrou muitos escombros e pessoas que estavam dormindo no chão de praças e nas ruas.

A cidade de Marrakech amanheceu um caos, um cenário devastador”.

— Gilberto Ferreira

“Ele foi aumentando de intensidade conforme o tempo. Eu estava dentro do quarto do hotel, com minha companheira e minha filha, e foi muito assustador. Foi só aquele instinto de se proteger mesmo, proteger aqueles que a gente ama e realmente foi muito impactante pela duração”, conta.

Não acabava mais o terremoto. Impressionante, o quarto todo tremendo, as coisas caindo, os shampoos caindo no banheiro, o lustre balançando”

— Jean Roque

Jornalistas no Marrocos contam como foi o terremoto

Jornalistas no Marrocos contam como foi o terremoto

➡️ Grazi Gervasoni, Boa Vista, Roraima: está viajando a turismo pelo país e no momento do terremoto estava em um hotel no deserto do Saara.

Começou a balançar bastante, as paredes, os lustres, saímos todos correndo do quarto sem entender direito o que estava acontecendo até que percebemos que era um terremoto. Todos estão bem e vamos seguir viagem

— Grazi Gervasoni

Apesar do tremor, ela informou que pretende seguir o roteiro da expedição que tem como próximo destino a cidade de Fez, que fica no nordeste do Marrocos.

Grazi Gervasoni com grupo de brasileiros — Foto: Reprodução/ GloboNews

➡️ Tiago Zilli, deputado estadual de Santa Catarina: o político faz parte de uma comitiva composta por autoridades e pesquisadores que viajou até Marrocos para participar de um evento da Unesco. Ele estava em um hotel quando notou os impactos do terremoto.

Começou um terremoto muito forte e assustou bastante. Depois, em seguida deu outro, saímos correndo, todo mundo saiu correndo do prédio. Todos estão bem”

— Tiago Zilli

Tiago Zilli, deputado de Santa Catarina, relata situação no Marrocos após terremoto — Foto: Reprodução/Redes Sociais

➡️Rui Ramos, secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação de Uberaba, Minas Gerais: estava acompanhado por pesquisadores e autoridades que fazem parte do grupo da prefeitura para participar do Encontro Mundial de Geoparques. Ninguém ficou ferido.

A equipe estava jantando na hora do tremor no hotel. Tremeu muito forte, de cair tudo no chão, garrafas, pratos. Muita gente chorando, gritando, passamos a noite na rua”

— Rui Ramos

Comitiva Uberaba Encontro Mundial Geoparques Marrocos — Foto: Rui Ramos/Arquivo

Veja antes e depois do terremoto:

Antes e depois do terremoto em Marrocos — Foto: Reprodução/ Globo News




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

videos:-‘gritos,-mulheres-e-criancas-chorando-pelas-ruas’;-cearenses-em-marrocos-relatam-momentos-apos-terremoto

G1 Mundo

VÍDEOS: ‘Gritos, mulheres e crianças chorando pelas ruas’; cearenses em Marrocos relatam momentos após terremoto

"Jantamos no hotel em Marrakech e estava tudo bem e por volta de onze horas da noite estávamos todos dormindo e começaram os tremores muito fortes. Nunca tínhamos vivido isso. As paredes, o chão, os lustres, tudo era um barulho muito forte. E a reação de algumas pessoas foi de descer do prédio e a nossa [da família] foi deitar-se no chão. E quando os tremores pararam todo mundo saiu […]

today9 de setembro de 2023 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%