G1 Santos

Teste do Coraçãozinho passa a ser obrigatório em todas as maternidades de Santos

today1 de junho de 2022 17

Fundo
share close

O Teste do Coraçãozinho passa a ser obrigatório em todas as maternidades de Santos, no litoral de São Paulo. O exame deve ser feito entre 24h e 48h após o nascimento da criança. O teste tem como objetivo detectar se o recém-nascido está com baixa concentração de oxigênio no sangue [hipoxemia] que caracteriza as cardiopatias críticas.

Em nota, a prefeitura explicou que o projeto de lei foi sancionado para dar celeridade tratamentos e salvar vidas. A administração municipal ressalta que, caso seja diagnosticado o quadro de hipoxemia, é possível antecipar os procedimentos e prevenir a morte no primeiro mês de vida.

Se a saturação do bebê estiver abaixo de 95%, o exame é repetido após uma hora. Caso o segundo resultado também dê abaixo de 95%, o bebê é encaminhado para um ecocardiograma.

Segundo a prefeitura, as redes públicas e particulares são obrigadas a realizar o teste. Tal exame é realizado há mais de cinco anos pelo Hospital dos Estivadores e no Hospital Silvério Fontes, ambos da rede municipal.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos






Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

eua-anunciam-envio-de-foguetes-de-longo-alcance-para-a-ucrania

Gospel Prime

EUA anunciam envio de foguetes de longo alcance para a Ucrânia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta quarta-feira (1) que vai enviar sistemas de foguetes avançados para a Ucrânia utilizar contra tropas russas, como parte de um novo pacote de 700 milhões de dólares em equipamento militar para ajudar o país. De acordo com o The New York Times, as armas já vinham sendo solicitadas por autoridades ucranianas, visando defender o país contra o ataque inimigo a uma […]

today1 de junho de 2022 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%