G1 Santos

Trio é resgatado após três dias à deriva no mar: ‘deram sorte’, diz comandante da Marinha

today14 de novembro de 2023 6

Fundo
share close

Três homens que ficaram à deriva por três dias em um bote de alumínio próximo a Ilha Grande, em Angra dos Reis (RJ), desembarcaram no Cais da Marinha, em Santos, no litoral de São Paulo, na tarde desta terça-feira (14). Eles receberam atendimento médico e passam bem.

Segundo apurado pelo g1, os tripulantes são Márcio Gomes da Cunha Junior, de Guarujá; Ederson Feijó Ferreira, de Caraguatatuba (SP), e Deivid Hutor, uruguaio que vive no Rio de Janeiro.

Os três amigos estavam em um bote de passeio, que sofreu um pane em alto-mar. A Marinha Brasileira tomou conhecimento sobre o caso às 13h50 desta segunda-feira (13) e, desde então, trabalhou para que eles chegassem em segurança em Santos.



Os tripulantes foram encontrados pelos ocupantes do Navio Mercante Bow Atlantic, que comunicou a autoridade competente. A embarcação mercante os encontrou enquanto seguia para o Porto de Santos.

Trio apresentava sinais de desidratação e recebeu atendimento médico em Santos (SP) — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

O trio foi resgatado, passou a noite no navio e por volta das 11h desta terça-feira a Praticagem de São Paulo fez o transbordo da embarcação ao Navio Patrulha Gurupi, da Marinha. O desembarque em Santos aconteceu volta das 14h.

Os homens apresentavam sinais de desidratação e receberam os primeiros atendimentos já no Navio Mercante. O bote de alumínio foi içado à embarcação.

O capitão de Fragata Carlos Eduardo, comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Sul-Sudeste, contou os tripulantes estavam bastante desidratados porque não havia estoque de água.

“Foram três dias no mar. Na minha opinião, eles deram muita sorte”, disse o capitão de fragata Carlos Eduardo — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

Segundo ele, como o Navio Patrulha Gurupi já tinha previsão de seguir ao Porto de Santos e apenas antecipou a chegada para ajudar o trio.

“Foram três dias no mar. Na minha opinião, eles deram muita sorte”, disse o comandante. Ele definiu a experiência como um verdadeiro susto.

“Eles estavam a mais ou menos 40 milhas, 80 quilômetros da costa. O bote fica sem motor, então fica à mercê do vento e do mar. Aí acabou se afastando. Por sorte, estava na rota do Navio Mercante”, acrescentou.

A Marinha Brasileira ressalta que o aplicativo NAVSEG está disponível nas plataformas Android e iOS. Com ele, o navegador informa o plano de viagem enquanto a Marinha monitora o trajeto em tempo real, acompanhando os movimentos do barco desde a partida até a chegada ao destino. Para denúncias ou emergências náuticas, basta ligar 185.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

sinodo-da-igreja-da-inglaterra-se-reune-para-considerar-“bencaos”-para-gays

Gospel Prime

Sínodo da Igreja da Inglaterra se reúne para considerar “bênçãos” para gays

O Sínodo Geral, órgão parlamentar da Igreja da Inglaterra, está reunido para considerar orações de bênção para união entre pessoas do mesmo sexo, conhecidas como “Orações de Amor e Fé”. As propostas para introduzir as orações foram aprovadas em fevereiro pelo Sínodo, que também concordou com a introdução de novas orientações pastorais. De acordo com Christian Today, a maioria dos bispos da Igreja, com exceção de 11 dissidentes, expressou seu […]

today14 de novembro de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%