G1 Mundo

Trump diz que entregou vídeos de segurança e nega irregularidades após últimas acusações

today29 de julho de 2023 11

share close

Na quinta-feira, promotores acrescentarem novas acusações ao processo que Trump responde, alegando que o ex-presidente norte-americano ordenou que funcionários de seu resort na Flórida excluíssem os vídeos.

Trump, favorito para a indicação presidencial republicana de 2024, disse em entrevista ao radialista conservador John Fredericks que acreditava que não era obrigado a entregar as fitas de segurança de seu resort em Mar-a-Lago, mas o fez mesmo assim.

“Eram fitas de segurança. Nós as entregamos a eles. … Eu nem tenho certeza do que eles estão dizendo”, afirmou.



Justiça americana amplia acusações contra Donald Trump

Justiça americana amplia acusações contra Donald Trump

O procurador especial dos EUA Jack Smith apresentou três novas acusações criminais contra Trump na quinta-feira, elevando o total para 40, e acusou um funcionário da manutenção do resort Mar-a-Lago de Trump, Carlos De Oliveira, de conspiração para obstruir a justiça, acusando-o de ajudar Trump a ocultar documentos.

Oliveira, de 56 anos, disse a outro funcionário do resort onde Trump mora que “o chefe” queria que os vídeos de segurança da propriedade na Flórida fossem apagados depois que o Departamento de Justiça os intimou.

Os promotores também acusaram Oliveira de mentir para o FBI durante uma entrevista voluntária, alegando falsamente que não tinha envolvimento na movimentação de caixas de documentos confidenciais em Mar-a-Lago.

O advogado de Oliveira não respondeu a um pedido de comentário da Reuters.

“Eles foram atrás de dois bons funcionários ontem, boas pessoas”, disse Trump. “Eles estão tentando intimidar as pessoas para que saiam e inventem mentiras sobre mim. Porque eu não fiz nada de errado.”

Trump também afirmou que não encerrará sua campanha presidencial de 2024 se for condenado e sentenciado pelas várias acusações contra ele.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Santos

Tiro que matou PM da Rota em SP foi disparado a mais de 50 metros de distância por ‘sniper do tráfico’

O tiro que atingiu e matou o policial militar Patrick Bastos Reis, de 30 anos, foi disparado a uma distância entre 50 e 70 metros, do alto de uma comunidade em Guarujá, no litoral de São Paulo. A informação é do secretário de Segurança Pública do Estado, Guilherme Derrite. A vítima, que fazia parte da equipe Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), foi baleada em local próximo ao tórax por um projétil calibre 9 milímetros, segundo informado pelo secretário em entrevista […]

today29 de julho de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%