G1 Mundo

Trump sai vencedor, e Biden preocupa democratas; comentaristas da GloboNews analisam debate

today28 de junho de 2024 4

Fundo
share close

Trump e Biden fizeram o primeiro debate das eleições de 2024 em Atlanta nesta quinta-feira (27) — a disputa foi marcada por um tom agressivo e troca de ofensas. A performance de Biden na disputa foi “catastrófica”, enquanto Trump foi o “Trump de sempre, falando uma série de inverdades, mas demonstrando muita energia”, analisou o comentarista Guga Chacra.

“Desesperador. O Biden não conseguia concluir uma linha de raciocínio. Ele teve muita dificuldade de se expressar e de projetar a voz, gaguejou muito. Hoje não era um problema apenas de articulação, era um problema de linha de raciocínio. Quem assistiu ao debate para entender as políticas de cada um dos candidatos não conseguiu entender o que o presidente Biden falou hoje à noite”, disse Sandra Coutinho.

A avaliação dos comentaristas foi corroborada pela imprensa americana e por uma pesquisa de opinião feita pela rede norte-americana canal “CNN”, que realizou o debate. Segundo a pesquisa, 67% dos espectadores acreditam que Trump venceu o debate, enquanto 33% acharam que Biden foi melhor. A consulta tem margem de erro de 5,5 pontos percentuais para mais ou para menos.



Sandra Coutinho diz que performance de Biden no debate deve rachar ainda mais o Partido Democrata

Sandra Coutinho diz que performance de Biden no debate deve rachar ainda mais o Partido Democrata

Sandra afirmou ainda que Trump foi bem nas perguntas delicadas, como sobre a invasão ao Capitólio, em 6 de janeiro de 2021, e se iria respeitar o resultado das eleições de novembro. Esquivou-se delas, e quando pressionado deu respostas que não o comprometeram perante o eleitor.

Segundo Marcelo Lins, talvez seja hora dos democratas pensarem em um substituto para concorrer no lugar do presidente, que não conseguiu rebater as mentiras de Trump, fazendo com que resultado fosse claro: vitória do ex-presidente e derrota de Biden. “Eu não vejo como o Biden pode se recuperar”, disse Jorge Pontual.

Sandra Coutinho acredita que a performance de Biden no debate deve aprofundar o racha nos democratas. “Apresentar aos EUA outro candidato agora significa também dizer que o partido falhou, errou em não detectar esse problema mais cedo”, disse Sandra.

“Biden se autodestruiu diante do público americano e do mundo. (…) Biden debateu desesperadoramente mal”, afirmou Demétrio Magnoli. Magnoli disse ainda que o debate confirmou 100% o temor dos eleitores, de que ele perdeu a aptidão para exercer a presidência dos EUA. No caso de Trump, que tem apenas três anos a menos, ele ainda tem vivacidade e demonstra rapidez de raciocínio necessários.

'Não é que Trump ganhou; Biden se autodestruiu', diz Demetrio

‘Não é que Trump ganhou; Biden se autodestruiu’, diz Demetrio

Trump sai vencedor e Biden preocupa democratas

Trump sai vencedor e Biden preocupa democratas

Biden tinha uma única tarefa nesse debate que era provar que não estava senil e fracassou, diz Pontual

Biden tinha uma única tarefa nesse debate que era provar que não estava senil e fracassou, diz Pontual

Primeiro debate presidencial

O presidente dos EUA, Joe Biden, e o ex-presidente Donald Trump fizeram nesta quinta-feira (27) o primeiro debate presidencial das eleições no país, que acontecem em novembro deste ano.

Em um cara a cara com uma série de ineditismos (o cara a cara, que durou uma hora e meia, tem também uma série de ineditismos: esta é a primeira vez que um presidente e um ex-presidente ficam cara a cara em um debate eleitoral nos EUA. Trump passou também a ser o único candidato a chegar a um enfrentamento desse tipo com uma condenação nas costas, além de outros três processos que ele ainda responde como réu.

Donald Trump e Joe Biden no 1º debate presidencial das eleições de 2024, nos Estados Unidos — Foto: Gerald Herbert/AP

Neste ano, a CNN também impôs regras pela primeira vez. (Leia mais abaixo)

As eleições para presidente nos Estados Unidos acontecem em 5 de novembro. Joe Biden tenta a reeleição, enquanto Donald Trump quer voltar à Casa Branca — ele presidiu os EUA de 2017 a 2021 e perdeu as últimas eleições para Biden.

As pesquisas de opinião mais recentes mostram uma ligeira vantagem para Trump.

O debate começou com um tema sensível para Biden: a inflação. Um dos moderadores questionou o presidente sobre o que ele tem a dizer a eleitores que sentem que a economia piorou na comparação com a gestão de Trump.

O presidente respondeu com o argumento de que o mundo pós-pandemia prejudicou a economia em diversos países e atacou seu adversário, a quem acusou de causar uma situação de “caos” na economia.

Trump rebateu e acusou Biden de apenas favorecer imigrantes ilegais. “Os únicos empregos que ele criou foram para imigrantes ilegais”, disse o ex-presidente, que repetiu também o discurso de que imigrantes que entram nos EUA de forma ilegal são “terroristas que estão vivendo em hotéis de luxo de Nova York” e acusou Biden de “simplesmente deixá-los entrar”.

Biden, que começou o debate em temperatura morna, subiu o tom ao chamar Trump de “otário” e “perdedor”.

O presidente acusou o adversário de já ter chamado veteranos de guerra de “otários e perdedores” e, ao falar de seu filho Beau Biden, que lutou no Iraque e morreu de câncer no cérebro em 2015, disse a Trump:

“Meu filho não é otário. Você é um otário e um perdedor”.

Trump exigiu um pedido de desculpas.

Os dois candidatos também investiram em uma série de ataques pessoais ao longo do debate — o que não costumava ser a estratégia de Biden em debates nas últimas eleições.

Joe Biden chamou Donald Trump de criminoso condenado e o acusou de fazer sexo com a ex-atriz pornô Stormy Daniels — pivô do processo em que Trump foi condenado em maio — enquanto sua então esposa estava grávida. O adversário negou.

Questionado sobre se aceitará resultado das eleições, Trump — que é julgado por tentar reverter o resultado do pleito de 2020 — tentou desviar da questão. Pressionado pela apresentadora do debate, respondeu então que, “sem dúvida, vou aceitar o resultado das eleições se o resultado for justo e legal”.

Biden, ao receber o direito de fala, disse duvidar de que Trump aceitaria esse resultado, “porque você um reclamão”.

Ao debater a guerra em Israel, Trump acusou Biden de não ter pulso firme na guerra entre Israel e Hamas e chamou o presidente de um “palestino ruim”.

Trump disse ainda que vai terminar a guerra na Ucrânia antes mesmo de tomar posse, caso eleito.

Como previsto, Trump investiu em ataques nos pontos fracos do atual governo de Biden, como o recorde de entrada de imigrantes nos EUA, os períodos de inflação alta e o prolongamento das guerras na Ucrânia e em Israel.

Trump em debate nos EUA — Foto: Brian Snyder/Reuters

Joe Biden durante debate presidencial, nos Estados Unidos, em 27 de junho de 2024 — Foto: REUTERS/Brian Snyder

No embate desta noite, Trump deve investir nos pontos fracos do atual governo de Biden, como o recorde de entrada de imigrantes nos EUA, os períodos de inflação alta e o prolongamento das guerras na Ucrânia e em Israel, que o presidente vem apoiando com investimentos bilionários.

A questão da idade do presidente, de 81 anos, também deve ser explorada pela campanha de Trump, que vem investindo no argumento de que Biden sofre de lapsos de memória, o que ele nega. Biden e Trump, de 78 anos, são também os dois candidatos à presidência dos EUA mais velhos da história do país.

Já Biden deve tocar em pontos sensíveis para Trump, como sua condenação, em maio — a primeira de um ex-presidente na história dos Estados Unidos — e explorar o adversário como uma ameaça à democracia.

O democrata também deve mirar no envolvimento do republicano no ataque ao Capitólio, o prédio do Legislativo norte-americano, em 6 de janeiro de 2021, e falas polêmicas do ex-presidente, como as que ele chamou imigrantes de terroristas e a de que não será um ditador “exceto no primeiro dia de governo.

Antes do debate, a campanha de Biden divulgou um vídeo com ex-assessores de Trump dizendo que desta vez não o apoiariam. “Acredite nas pessoas que melhor conhecem Donald Trump – ele não está apto para ser presidente”, disse Biden em suas redes sociais.

Donald Trump (à esquerda) e Joe Biden fazem o primeiro debate presidencial das eleições de 2024 nesta quinta-feira (27) — Foto: AP Photo

Biden, que venceu o pleito na ocasião, seguiu a estratégia de tentar descredibilizar o adversário e suas falas, ignorando Trump e falando diretamente para as câmeras.

Neste ano, a organização do debate estabeleceu uma série de regras para tentar evitar interrupções e que os candidatos falem fora de hora, além da interferência de terceiros. Entre elas, estão:

  • Microfones desligados — pela 1ª vez, o debate entre candidatos dos EUA terá microfones silenciados enquanto o adversário tiver a palavra;
  • Sem acessórios — os candidatos não poderão levar papéis, pastas ou qualquer outro acessório para auxiliá-los no debate;
  • Também não haverá público nem jornalistas. Apenas os dois moderadores estarão no auditório;
  • Haverá dois intervalos comerciais, e, nesses momentos, os candidatos não poderão ter nenhum contato com assessores.

Biden x Trump: Veja alguns pontos sensíveis que devem ser explorados no debate presidencial nos EUA

Biden x Trump: Veja alguns pontos sensíveis que devem ser explorados no debate presidencial nos EUA




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

trump-diz-que-respeitara-resultado-se-eleicao-presidencial-for-‘justa-e-livre’

G1 Mundo

Trump diz que respeitará resultado se eleição presidencial for ‘justa e livre’

Em debate presidencial, ex-presidente tentou se esquivar de pergunta sobre comprometimento com os resultados das eleições. Em 2020, Trump alegou fraude após ser derrotado por Biden. Trump em debate nos EUA — Foto: Brian Snyder/Reuters O ex-presidente Donald Trump disse que irá respeitar os resultados das eleições nos Estados Unidos, neste ano, se o pleito for "justo e livre". A afirmação foi feita durante o debate presidencial da noite desta […]

today28 de junho de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%