G1 Mundo

Trump tem audiência para ser acusado criminalmente às 17h

today3 de agosto de 2023 3

Fundo
share close

O tribunal aguarda o ex-presidente dos Estados Unidos às 17h.

No documento da acusação, o procurador Jack Smith acusa Trump e cúmplices dele de promover mentiras sobre a votação daquele ano, por ter insistido com autoridades estaduais e federais para mudar os resultados das urnas e por arregimentar colégios eleitorais falsos para tentar tirar votos de Joe Biden.

No dia 6 de janeiro de 2021, a vitória eleitoral de Biden estava sendo formalmente certificada no Capitólio (o prédio do Congresso dos EUA) quando o edifício foi invadido por uma multidão de apoiadores de Trump. Eles interromperam a sessão em que a certificação acontecia e ameaçaram o então vice-presidente Mike Pence, que conduzia o processo, por ter se recusado a reverter o resultado das urnas.



Trump enfrenta quatro acusações:

  • Conspiração para fraudar os Estados Unidos;
  • Conspiração para obstruir um procedimento oficial;
  • Conspiração contra os direitos dos americanos.

O quarto crime, mas, diferentemente dos outros, não foi como participante de uma conspiração:

  • Obstrução ou tentativa de obstrução de um procedimento oficial

Em caso de condenação, a acusação mais grave pode ser punida com uma sentença de 20 anos de prisão.

Em sua rede social, Trump afirma que a acusação tem motivações políticas e que o governo de Joe Biden é comparável a regimes fascitas.

Manifestantes contrários a Trump na frente do prédio da Justiça onde ele tem audiência, em 3 de agosto de 2023 — Foto: Sarah Silbiger/Reuters

Essa é a terceira acusação em quatro meses. As outras são ligadas aos seguintes casos:

  • Ter levado para casa documentos sigilosos depois de deixar o governo dos EUA.
  • Ter falsificado documentos no caso dos pagamentos a uma atriz pornô durante as eleições de 2016 –essa é uma acusação da Justiça do estado de Nova York.

Além disso, Trump provavelmente será acusado na Justiça do estado da Georgia, porque ele tentou reverter o resultado das eleições presidenciais naquele estado.

Eleições presidenciais de 2024

Apesar de sérios problemas com a Justiça, Trump é um dos candidatos do Partido Republicano à presidência do pais. Por enquanto, ele lidera as prévias do partido dele.

Desde que ele foi acusado criminalmente pela primeira vez, a intenção de voto em Trump nas prévias até mesmo aumentou.

Segurança na frente do tribunal

Órgãos de segurança, como o Serviço Secreto e a polícia da cidade de Washington DC, aumentaram a proteção para a audiência. Mais agentes foram empregados do lado de fora, e algumas entradas foram bloequeadas.

Trump deixou a cidade de Bedminster, no estado da Nova Jersey, para viajar a Washington.

Muitas das acusações que constam no processo já eram conhecidas. Mas o texto traz alguns detalhes.

Antes do dia 6 de janeiro, Trump pressionava o vice dele, Mike Pence, a roubar as eleições com uma teoria sobre a certificação da votação. Pence disse que não havia base legal para executar o que o presidente queria. Trump, então, dissea Pence “você é excessivamente honesto”.

Em 6 de janeiro, enquanto falava com seus apoiadores antes de atacarem o Capitólio, Trump disse: “Se Mike Pence fizer a coisa certa, ganhamos a eleição”. Alguns invasores no Capitólio mais tarde gritaram: “Enforquem Mike Pence!”

Longe de serem desencorajados pela violência, Trump e um co-conspirador não identificado continuaram ligando para membros republicanos do Congresso horas depois que o tumulto havia terminado, ainda com a intenção de bloquear a certificação, diz a acusação.

“Precisamos de vocês, nossos amigos republicanos, para tentar apenas retardar o processo”, disse o co-conspirador em uma mensagem de voz para um senador dos EUA, segundo os promotores. A descrição do co-conspirador na acusação deixa claro que se tratava de Rudy Giuliani, ex-advogado pessoal de Trump.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

estado-islamico-anuncia-morte-de-lider-do-grupo

G1 Mundo

Estado Islâmico anuncia morte de líder do grupo

Em abril, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, já havia afirmado que suas forças mataram o então líder, mas o grupo terrorista ainda não havia se manifestado sobre o caso até esta quinta. O Estado Islâmico disse que Abu Hussein foi morto na Síria. No mesmo comunicado, o grupo anunciou também ter nomeado Abu Hafs al-Hashimi al-Quraishi como novo líder. Abu Hussein al-Husseini al-Quraishi assumiu o comando do Estado […]

today3 de agosto de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%