G1 Mundo

Túnel em que 40 indianos estão presos há 4 dias passa debaixo do Himalaia e vai interligar templos hindus

today16 de novembro de 2023 1

Fundo
share close

No domingo (12), parte do túnel desabou durante as obras, e 40 trabalhadores ficaram soterrados. Eles estão sendo mantidos vivos por uma espécie de bomba de oxigênio que equipes de resgate conseguiram enviar por debaixo dos escombros.

O acidente aconteceu estado de Uttarakhand, que fica no norte da Índia e é atravessado pela cadeia de montanhas do Himalaia.

Veja como é o túnel para construção de rodovia sob o Himalaia — Foto: Arte g1



Desabamento parcial de túnel no Himalaia deixa 40 trabalhadores presos na Índia

Desabamento parcial de túnel no Himalaia deixa 40 trabalhadores presos na Índia

O túnel é apenas um trecho de cerca de 5 quilômetros de uma polêmica rodovia que o governo está construindo para criar uma rota da peregrinação hindu na região.

  • A rodovia, chamada de Char Dham, é um dos projetos mais ambiciosos do governo do primeiro-ministro do país, Narendra Modi.
  • O objetivo é conectar quatro locais de peregrinação através de 889 km de estrada.
  • As obras no trecho do túnel começaram em 2018 e deveriam ser concluídas até julho de 2022, mas foram adiadas para maio de 2024, segundo um comunicado do governo.
  • Um dos motivos que chamou a atenção no país foi o custo da obra, de US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 7,3 bilhões).
  • No início das obras, o projeto foi alvo de críticas de especialistas ambientais, e algumas obras chegaram a ser interrompidas depois que centenas de casas no caminho da rodovia foram danificadas.
  • Depois, um relatório do Supremo Tribunal da Índia de 2020 concluiu que o impacto do projeto não foi devidamente avaliado antes do início da construção.
  • A Justiça acabou aprovando a rodovia em 2021, mas advertiu que o governo deveria atender a questões levantadas por uma comissão independente nomeada pelo Supremo. Em 2022, no entanto, o diretor dessa comissão alegou que o governo não estava implementando suas recomendações.

Além de a região ser propensa a deslizamentos de terra, terremotos e inundações, dias antes do incidente, geólogos locais registraram “eventos de afundamento de terra que atribuíram à construção de forma muito veloz nas montanhas do Himalaia.

Túnel colapsa na Índia e 40 pessoas ficam presas

Túnel colapsa na Índia e 40 pessoas ficam presas

Enquanto o país cobra do primeiro-ministro explicações sobre as irregularidades, autoridades correm contra o tempo para achar uma solução e resgatar os trabalhadores presos – após uma primeira fase de escavação, as equipes de resgate descobriram que há muito mais destroços do que imaginavam no caminho.

“Este é um trabalho muito desafiador porque à medida que removemos os escombros, mais detritos caem do teto”, disse o diretor da Força Nacional de Resposta a Desastres da Índia, Mohsen Shahidi.

O coordenador da gestão de desastres de Uttarakhand, Devendra Singh Patwal, disse que as equipes de resgate construíram uma plataforma para inserir um tubo por onde tentarão retirar os trabalhadores.

Patwal afirmou ainda que os trabalhos de perfuração para inserir esse tubo dentro da montanha já começaram, porém são feitos com cautela para evitar novos desabamentos. O coordenador disse também não saber em quanto tempo sua equipe conseguirá retirar os trabalhadores.

Membro de equipe de resgate de 40 trabalhadores que ficaram presos em túnel após desabamento parcial no norte da Índia transporta parte de furadeira, em 12 de outubro de 2023. — Foto: Forças de Resposta a Desastres de Uttarakhand via Reuters




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

itamaraty-negocia-criterios-para-nova-lista-de-repatriados-em-gaza,-mas-saida-pode-demorar

G1 Mundo

Itamaraty negocia critérios para nova lista de repatriados em Gaza, mas saída pode demorar

Após iniciar as negociações para a segunda lista de repatriação de brasileiros na Faixa de Gaza, o Itamaraty foca, neste momento, nos critérios que serão utilizados para a saída do grupo no território palestino. O novo grupo que espera sair do território palestino tem, segundo fontes disseram ao blog, entre 40 e 50 pessoas. O número pode, no entanto, mudar de acordo com a busca por apoio junto ao corpo […]

today16 de novembro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%