G1 Mundo

Um em cada três democratas acha que Biden deve desistir de candidatura, diz pesquisa; Michelle Obama é ‘substituta’ favorita

today2 de julho de 2024 5

Fundo
share close

A pesquisa também mostrou que a ex-primeira-dama Michelle Obama seria a única a vencer Donald Trump em um hipotético confronto, entre os nomes levatados para substituir Biden como candidato democrata.

Michelle Obama já disse várias vezes que não tem intenção de concorrer à presidência, mas seu nome foi um dos levantados por membros do Partido Democrata para substituir Biden após seu desempenho ruim no primeiro debate da eleições de 2024, realizado na semana passada entre ele e o candidato republicano, Donald Trump.

A sondagem ouviu 1.070 pessoas em todos os Estados Unidos durante dois dias, após o debate entre Biden e Trump.



A sondagem apresentou aos entrevistados os nomes cotados para uma eventual substituição de Biden como o candidata democrata, no caso em que o presidente desistisse da corrida à Casa Branca. Entre eles, estão a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, e o governador da Califórnia, Gavin Newson;

Harris teria um desempenho similar ao de Biden frente a Trump — uma situação de empate técnico. Já Gavin Newson se sairia ainda pior que o presidente dos EUA, de acordo com a pesquisa.

Apenas a ex-primeira-dama, afirma o levantamento, venceria Donald Trump com 50% dos votos contra 39% do ex-presidente republicano, em uma hipotética disputa.

A sondagem revelou também que tanto Trump, de 78 anos, como Biden, de 81, mantêm o apoio de 40% dos eleitores registados, sugerindo que Biden não perdeu terreno desde o debate. As eleições acontecem em 5 de novembro.

Cerca de 32% dos democratas na sondagem disseram que Biden deveria desistir da sua candidatura à reeleição após um debate em que gaguejou e não conseguiu desafiar energicamente os ataques de Trump, que incluíram inúmeras alegações falsas.

Uma pesquisa Reuters/Ipsos realizada em janeiro já havia mostrado que 49% dos democratas entrevistados disseram que Biden não deveria concorrer novamente em 2024.

Veja os democratas que podem substituir Biden na corrida eleitoral nos EUA

Veja os democratas que podem substituir Biden na corrida eleitoral nos EUA

Com voz rouca —atribuída a um resfriado—, pouco entusiasmo e hesitante, Biden, de 81 anos, perdeu o debate da semana passada para Donald Trump, de 78 anos, apontam quase todos os analistas políticos e o próprio Partido Democrata.

Trump, candidato do Partido Republicano à Casa Branca, despejou uma série de mentiras com calma e de forma assertiva, sem ser corrigido por Biden, que se confundiu algumas vezes e se mostrou pouco reativo na maioria delas.

O criticado desempenho fez crescer uma questão de se é possível substituí-lo como candidato do Partido Democrata à presidência?

As eleições dos EUA acontecem em 5 de novembro. A convenção dos democratas, que vai confirmar Biden como candidato à reeleição, será entre 19 de agosto e 22 de agosto —daqui a menos de dois meses.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

eleicoes-nos-eua-2024:-deputado-e-primeiro-politico-democrata-a-defender-publicamente-que-biden-saia-da-disputa

G1 Mundo

Eleições nos EUA 2024: deputado é primeiro político democrata a defender publicamente que Biden saia da disputa

Em comunicado, Doggett disse que Biden deveria "tomar a difícil e dolorosa decisão de se retirar". "Reconhecendo que, ao contrário de Trump, o primeiro compromisso do presidente Biden sempre foi com nosso país, não com ele mesmo, espero que ele tome a difícil e dolorosa decisão de se retirar. Eu, respeitosamente, peço que ele faça isso", disse o deputado. A atitude de Doggett, que está em seu 15º mandato no […]

today2 de julho de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%