G1 Mundo

Valencia é multado em R$ 240 mil após ataques racistas a Vinícius Junior

today24 de maio de 2023 7

Fundo
share close

Em comunicado divulgado nesta terça-feira (23), o Comitê da Competição também declarou o fechamento de parte dos assentos do estádio do Valencia por cinco partidas.

“Considera-se comprovado que, conforme refletido pelo árbitro em sua súmula, houve gritos racistas dirigidos a Vinícius, jogador do Real Madrid, durante a referida partida, alterando o andamento normal do jogo e considerando as infrações gravíssimas”, afirma a declaração.

Além disso, o atacante do Real Madrid, que recebeu cartão vermelho no final da partida contra o Valencia, não será suspenso, como antes havia sido previsto.



“Diante das denúncias e das provas em vídeo fornecidas pelo Real Madrid sobre a expulsão de Vinícius”, o comitê disciplinar decidiu anular as “consequências disciplinares” e autorizar o brasileiro a jogar novamente na quarta-feira (24) contra o Rayo Vallecano.

De acordo com a RFEF, o Valencia tem o prazo de dez dias para entrar com recurso contra as sanções.

Polícia da Espanha detém suspeitos de pendurar boneco representando Vinicius Jr. enforcado

Polícia da Espanha detém suspeitos de pendurar boneco representando Vinicius Jr. enforcado

Três homens entre 18 e 21 anos que foram presos nesta manhã pela polícia espanhola por atitudes racistas contra o brasileiro Vini Jr. durante a partida de futebol entre o Valencia e o Real Madrid neste domingo (21) foram liberados pela polícia após prestar depoimento.

Os jornais “EFE” e “ABC” disseram ter ouvido fontes internas que garantem a liberdade dos rapazes. Eles estariam cientes de que podem ser chamados pela Justiça a qualquer momento para desdobramentos do caso.

Os três ficaram cerca de três horas na delegacia, de acordo com o “El País”.

Racismo na liga espanhola

Não é a primeira vez que Vini Jr. é vítima de ofensas racistas na Espanha. Ele sofreu pelo menos dez ataques desde 2021. O comentarista da TV Globo e do SportTV PC Vasconcellos explica que o jogador tem sido alvo constante de perseguições racistas na Europa porque “transcende” o papel reservado a jogadores negros no futebol.

“Dentro dessa estrutura branca que domina o mundo e também domina o futebol, reserva ao negro o papel de ‘pé de obra’: entra em campo, joga futebol, dribla e conquista títulos. Vinícius transcende isso: dança quando faz gol, não se encolhe no jogo quando o adversário começa a atuar de forma violenta”, afirma em entrevista a Natuza Nery.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

irma-diz-que-brasileira-que-ficou-desaparecida-por-mais-de-15-dias-em-paris-esta-debilitada:-‘so-quero-pega-la-no-colo’

G1 Mundo

Irmã diz que brasileira que ficou desaparecida por mais de 15 dias em Paris está debilitada: ‘Só quero pegá-la no colo’

De acordo com a irmã mais velha de Fernanda, Maria Aparecida de Oliveira, de 52 anos, que vive em Botucatu, no interior de SP, a brasileira foi encontrada no apartamento onde mora depois da polícia ter sido acionada por vizinhos que a viram retornar para casa na manhã desta segunda-feira (22). As irmãs se falaram em uma chamada de vídeo, quando Fernanda foi levada pela equipe policial para uma unidade […]

today24 de maio de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%