G1 Santos

Veja vídeo de peças do maior ‘tatuzão’ da América do Sul sendo transportadas

today7 de junho de 2023 31

Fundo
share close

O transporte das peças da maior tuneladora da América do Sul, que será utilizada na expansão da Linha 2-Verde do metrô, começou a ser feito na noite desta segunda-feira (5) na Baixada Santista, no litoral de São Paulo. A peça principal, chamada main drive, do Tatuzão, foi transportado pelo Sistema Anchieta-Imigrantes, durante na madrugada (veja o vídeo acima), e seguiu para a capital paulista.

A carga vinda da China chegou ao Porto de Santos em 8 de maio e ficou armazenada. Batizado de “Cora Coralina”, o “tatuzão” está sendo transportado desmontado para o canteiro de obras Complexo Rapadura, localizado na Vila Formosa, Zona Leste da capital paulista.

A peça em formato de turbina, tem 7,8 metros de comprimento, 6,6 metros de largura e 190 toneladas. Ela será utilizada na ampliação da Linha Verde. Outras quatro peças menores, que compõem o equipamento seguiram também do cais santista para São Paulo. De acordo com o Metrô, esse processo deve ser concluído até agosto.



Peça do ‘Tatuzão’ Cora Coralina sendo transportada na madrugada desta quarta (7) — Foto: Reprodução/TV Globo

Devido a existência de peças muito grandes e pesadas, foi adotado o protocolo de transporte de “cargas superdimencionadas”, interditando temporariamente ruas e avenidas de Santos e as estradas.

Para o transporte do equipamento foram bloqueadas nas alças de acesso a Pista Marginal da Anchieta, entre o km 59 e 64, Km 62 norte da Rodovia dos Imigrantes (SP 160), alça do km 274 oeste da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055), que dá acesso a Imigrantes. Também ficou bloqueada a alça do km 274+200 leste da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055), com acesso a Imigrantes.

A primeira interdição começou nesta segunda-feira (5) às 23h e durou até às 5h de terça-feira (6). Segundo a Ecovias, o tráfego da pista Marginal Sul da Rodovia Anchieta foi redirecionado para a pista central, enquanto o trânsito no km 62 norte da Imigrantes foi desviado para a Anchieta através da Interligação Baixada. O segundo bloqueio aconteceu também das 23h às 5h, entre terça e quarta-feira (7).

De acordo com o coordenador de tráfego da Ecovias, Marcio Vono, foi um trabalho de planejamento de cargas especiais para a viabilidade da passagem da turbina. “Foi interditado o sistema Anchieta-Imigrantes por conta da dimensão do equipamento. Ele tem 6 metros de largura, 4.60 de altura e 52 metros de comprimentos”, explicou.

O deslocamento contou ainda com a participação de profissionais da Ecovias, da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), além do apoio do DER, Polícia Rodoviária Militar (PMRv), e dos funcionários da transportadora especializada contratada para fazer o deslocamento.

Transporte de peças do “tatuzão” causam interdição no Sistema Anchieta-Imigrantes — Foto: Governo do Estado de São Paulo

  • Rodovia Anchieta (marginal Sul — km 64,5 ao km 59,1)
  • Rodovia dos Imigrantes (pista Norte — km 62 ao km 26)
  • Rodoanel Mário Covas (km 72 ao km 86)
  • Rodovia SPA 086/21 — região de Mauá
  • Rua 15 de Novembro (acesso à Av. Sapopemba)
  • Avenida Sapopemba
  • Praça Felisberto Fernandes da Silva
  • Avenida Ragueb Chohfi
  • Avenida Aricanduva
  • Rua Júlio Colaço (pela contramão)
  • Rua Jericinó
  • Rua Lutécia (pela contramão)
  • Rua Oswaldo Arouca
  • Avenida Guilherme Giorgi
  • Rua Bailque
  • Praça Mauro Broco — Complexo Rapadura

Peça do tatuzão Cora Coralina sendo descarregada de navio no Porto de Santos — Foto: Divulgação/Comexport

Segundo o diretor de operações da Comexport, Breno Augusto de Oliveira, o nome Cora Coralina foi escolhido pelo Metrô em conjunto com o consórcio, seguindo uma tradição mundial de batizar tuneladoras.

Montado, o tatuzão pesa 2,7 mil toneladas e tem capacidade para perfurar numa profundidade de até 41 metros. Ele deverá escavar 7,5 km de comprimento, realizando a primeira fase da expansão da Linha 2-Verde, com a ligação da Vila Prudente à Penha.

A máquina produzida pela China Railway Engineering Equipment Group (CREG) tem 11,66 m de diâmetro, o que a torna mais espessa do que a utilizada pelo consórcio Acciona nas obras da Linha 6-Laranja, batizada de Maria Leopoldina.

O Metrô de SP garante que o equipamento é seguro e afirma que a companhia realiza um processo contínuo de monitoramento das condições de solo no entorno do trajeto onde será perfurado o túnel para a passagem de trens.

Tatuzão Cora Coralina que será utilizado na expansão da Linha 2-Verde do Metrô — Foto: Divulgação/Comexport

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

caminhonheiro-leva-coronha-durante-tentativa-de-assalto,-revida-e-mata-um-dos-bandidos-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Caminhonheiro leva coronha durante tentativa de assalto, revida e mata um dos bandidos no litoral de SP

Dois bandidos morreram e um fugiu após uma tentativa de assalto a um caminhoneiro, na manhã desta quarta-feira (7), no bairro Alemoa, em Santos, no litoral de São Paulo. A vítima estava esperando para entrar em um terminal portuário quando foi surpreendida por três criminosos armados. O caminhoneiro foi atingido com coronhadas e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Noroeste. De acordo com a Polícia Militar, equipes […]

today7 de junho de 2023 38

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%