G1 Mundo

VÍDEO: Ataque da Ucrânia a praia da Crimeia faz banhistas fugirem e deixa crianças mortas, diz Rússia

today27 de junho de 2024 5

Fundo
share close

No vídeo, os banhistas aparecem correndo em debandada, e feridos são carregados em espreguiçadeiras. A Ucrânia não comentou o ataque, ocorrido no último fim de semana.

O Kremlin culpou diretamente os Estados Unidos pelo ataque, já que os mísseis foram fornecidos pelos norte-americanos. Moscou advertiu o embaixador dos EUA formalmente que haverá retaliação.



Mísseis ucranianos em praia da Crimeia surpreendem banhistas russos

Mísseis ucranianos em praia da Crimeia surpreendem banhistas russos

A guerra na Ucrânia aprofundou uma crise nas relações entre Rússia e o Ocidente. Autoridades russas disseram que o conflito está entrando na escalada mais perigosa até agora. 

No entanto, culpar diretamente os EUA por um ataque contra a Crimeia, que a Rússia anexou unilateralmente em 2014, embora a maioria do mundo a considere parte da Ucrânia, é um passo além. 

“Vocês deveriam perguntar aos meus colegas na Europa e, acima de tudo, em Washington, os secretários de imprensa, por que os seus governos estão matando crianças russas”, afirmou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres. 

A Rússia afirmou que, além de fornecer armas, os militares norte-americanos teriam apontado os alvos e fornecido dados.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia convocou a embaixadora norte-americana, Lynne Tracy, e lhe disse que Washington está “travando uma guerra híbrida contra a Rússia e de fato se tornou parte do conflito”.

“Definitivamente haverá medidas retaliatórias”, disse.

Banhistas fogem de ataque com mísseis na Crimeia, em junho de 2024 — Foto: Reprodução/Reuters

EUA diz fornecer armas para defesa de território

Tracy afirmou que Washington lamenta qualquer morte de civis, disse a repórteres o porta-voz do Departamento de Estado, Matthew Miller. Ele acrescentou que Washington fornece armas à Ucrânia para que ela possa defender seu território soberano, incluindo a Crimeia

O porta-voz do Pentágono, major Charlie Dietz, disse que a “Ucrânia toma suas próprias decisões sobre alvos e conduz suas próprias operações militares”. 

O presidente russo, Vladimir Putin, alertou repetidas vezes sobre o risco de uma guerra muito mais ampla, envolvendo as maiores potências nucleares do mundo. Ele já declarou, no entanto, que a Rússia não quer um conflito com a Otan, aliança militar liderada pelos Estados Unidos. 

O presidente norte-americano, Joe Biden, descartou enviar tropas dos EUA para lutar na Ucrânia e disse, pouco depois da invasão russa, em 2022, que um confronto direto entre a Otan e a Rússia seria a Terceira Guerra Mundial. 

Questionado sobre o que seria a resposta russa ao ataque na Crimeia, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, lembrou as palavras de Putin em 6 de junho sobre um posicionamento mais amplo de armas convencionais. 

“Claro, o envolvimento dos Estados Unidos no conflito, cujo resultado são russos pacíficos morrendo, tem que ter consequências”, disse Peskov. “Quais elas serão ? O tempo dirá.”




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

celac-se-reune-nesta-quinta-e-busca-declaracao-condenando-tentativa-de-golpe-na-bolivia

G1 Mundo

Celac se reúne nesta quinta e busca declaração condenando tentativa de golpe na Bolívia

A realização da reunião foi articulada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em ligação ainda nesta quarta-feira (26), logo após a tensão na Bolívia, para Xiomara Castro, presidente de Honduras, que preside de forma rotatória a Celac. A videoconferência acontecerá à tarde em razão do fuso horário hondurenho e da maior parte dos países da costa do Oceano Pacífico. O encontro terá falas de líderes dos países. Apesar […]

today27 de junho de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%