G1 Mundo

VÍDEO: Cachorros são levados por correnteza na Jamaica em cima de estrutura durante passagem do furacão Beryl

today4 de julho de 2024 4

Fundo
share close

Durante sua passagem pela Jamaica, na terça-feira (4), o furacão provocou uma enchente nos arredores da capital, Kingston, que deixou ilhado um grupo de cachorros. Os animais conseguiram se equilibrar em uma estrutura formada por pedaços de troncos e restos de lixo enquanto eram levados pela força da água.

A cena foi registrada por um morador da região, que transmitia ao vivo a enchente (veja vídeo acima) e tentou seguir os cachorros. Outros moradores se uniram para tentar uma forma de resgatá-los, mas, depois de alguns minutos, os moradores perdem os animais de vista.

Autoridades locais ainda não informaram se os cachorros foram resgatados. Em passagem pela Jamaica, ao longo da terça-feira (3), o furacão Beryl deixou um morto no país, a décima morte provocada pelo fenômeno em todo o Caribe.



Mais força a caminho do México

Sobe para 10 número de pessoas mortas na passagem do furacão Beryl pelo Caribe

Sobe para 10 número de pessoas mortas na passagem do furacão Beryl pelo Caribe

Inédito no Caribe e com força e velocidade que ultrapassaram as estimativas, o Beryl atingirá a costa sudeste do México na sexta-feira (5) também com mais intensidade que o previsto.

A previsão inicial estimava que o furacão, que entrou no Caribe pelo sudeste da região, já tivesse se tornado uma tempestade tropical quando alcançasse o território mexicano.

No entanto, agora o Centro Nacional de Furacões dos EUA (HNC, na sigla em inglês) projeta que ele ainda será um furacão de categoria 2, de um total de 5, ao chegar no México, o que está previsto para acontecer nas primeiras horas da sexta-feira.

O Beryl se tornou um furacão no fim de semana, passou da categoria 1 para a categoria 5 em questão de horas e tocou o solo na segunda-feira (1º) em Granada, país no sudeste do Caribe.

A força do Beryl vem surpreendendo meteorologistas e cientistas — esta é a primeira vez que um furacão de categoria 5 atingiu o Caribe em um mês de junho. Normalmente, isso acontece apenas durante a tempoerada de furacões na região vai de julho a setembro, segundo o verão no Hemisfério Norte.

Cachorros se equilibram sobre escombros enquanto são levados por correnteza durante passagem de furacão Beryl na Jamaica. — Foto: Reprodução/redes sociais

Estragos do furacão Beryl na ilha de Petite Martinique, no Caribe, nesta quarta-feira (3). — Foto: Arthur Daniel/Reuters

Imagem aérea feita com drone mostra força das ondas em Santo Domingo, na República Domicana, durante passagem do furacão Beryl, de categoria 5, em 2 de julho de 2024. — Foto: nstagram/@moises.arias06/via Reuters




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%