G1 Santos

Vídeo mostra homem acusado de matar idoso com ‘voadora’ em audiência de custódia

today18 de junho de 2024 11

Fundo
share close

A prisão em flagrante foi convertida para preventiva pelo promotor de Justiça Diogo Pacini de Medeiros e Albuquerque, na audiência de custódia que ocorreu no dia seguinte ao crime no Fórum de Santos.

Nas imagens da sessão, é possível ver Tiago vestido de preto acompanhado por um policial militar. O advogado de defesa também estava presente, mas não aparece no vídeo.

Tiago Gomes de Souza passou por audiência de custódia um dia após o crime e chorou na reconstituição — Foto: Reprodução e Sílvio Luiz/A Tribuna Jornal



O promotor explicou que a audiência não definiria a condenação ou absolvição dele, somente as circunstâncias da prisão. Em seguida, Albuquerque questionou se o acusado teria algo para falar, mas Tiago optou por permanecer em silêncio.

Durante a sessão, o promotor ouviu o que havia sido registrado sobre o caso e definiu pela conversão da prisão em flagrante por preventiva. “Embora o indiciado seja primário, trata-se de fato grave cometido contra idoso de 77 anos e na frente de seu neto, criança de apenas 11 anos”, diz a decisão.

Segundo o promotor, os fatos demonstram “indisciplina do investigado e desprezo pelos valores imprescindíveis para a paz social, razão pela de rigor a conversão da prisão em flagrante em preventiva, para preservação da ordem pública”.

Ainda de acordo com a interpretação de Albuquerque, o fato de Tiago ter filhos e fazer uso de medicamentos para saúde psicológica não poderiam impedir a prisão, uma vez que as crianças estão na companhia da mãe e os remédios podem ser fornecidos na unidade prisional.

Uma câmera de monitoramento registrou Tiago Gomes de Souza no momento em que agrediu o idoso. O vídeo obtido pelo g1 é a primeira imagem que a Polícia Civil recebeu do caso, que contou com uma reconstituição do crime para auxiliar a investigação (assista abaixo).

Câmera de monitoramento registra homem dando a 'voadora' que matou idoso

Câmera de monitoramento registra homem dando a ‘voadora’ que matou idoso

Nas imagens é possível ver o momento em que o idoso foi agredido pelo empresário. No entanto, por causa da distância da localização da câmera e do local da agressão, não há detalhes suficientes de como o crime foi praticado.

De acordo com o vídeo, Tiago corre em direção ao idoso, passa por cima do canteiro e golpeia a vítima. Ele afirmou à polícia, durante a reconstituição do crime, que acertou o idoso abaixo do quadril. A versão, segundo a delegada Liliane Doretto, não é compatível com o laudo preliminar da causa da morte.

Na ocasião da reconstituição, o advogado de Tiago, Eugênio Malavasi, afirmou que se o laudo necroscópico apontar a morte da vítima por TCE, a versão do cliente ganha força. “Afirmou em solo policial que o chute foi no quadril […]. Assim, a prova técnica corrobora com a versão dada”, explicou.

Vídeo mostra momento em que homem desfere ‘voadora’ que matou idoso, em Santos (SP) — Foto: Reprodução

O promotor do Ministério Público (MP), Fabio Perez Fernandez, ofereceu a denúncia de homicídio qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima no domingo (16). Ele justificou as qualificadoras com base no inquérito policial.

Segundo Fernandez, o fato de a vítima ter atravessado a rua fora da faixa de pedestres e encostado a mão no carro de Tiago é motivo fútil para justificar a ação do acusado, que desferiu um chute contra o tórax do idoso.

O promotor apontou que após o chute o idoso: “[Acabou] batendo fortemente a cabeça e sofrendo traumatismo crânio encefálico, ali ficando inconsciente, sem qualquer chance de defesa, sendo tal chute o golpe causador dos ferimentos que levaram à morte de César, que viria a ocorrer pouco depois”.

Fernandez ainda solicitou que Tiago pague, no mínimo, R$ 300 mil aos herdeiros da vítima “para reparação dos danos morais causados pelo crime”.

Preso por matar idoso com ‘voadora’ chora em reconstituição do crime em Santos (SP) — Foto: Silvio Luiz/A Tribuna Jornal e Arquivo Pessoal

O juiz da Vara do Júri de Santos, Alexandre Betini, recebeu a denúncia do MP e determinou que o acusado responda à acusação, por escrito, no prazo de dez dias.

Ainda na decisão, Betini autorizou a expedição de ofício para que estabelecimentos próximos ao crime forneçam imagens das câmeras de segurança e monitoramento da data dos fatos.

Também no documento, o juiz negou a concessão de prisão domiciliar solicitada pela defesa de Tiago, mantendo a prisão preventiva do acusado.

Motorista que deu ‘voadora’ em idoso que morreu após a agressão chorou durante reconstituição do crime — Foto: Brenda Bento/g1

Durante a reconstituição do caso em 13 de junho, Tiago chorou, se ajoelhou no chão e pediu desculpas. Ele ainda alegou ter sofrido um ‘ataque de fúria’ diante da atitude da vítima em adverti-lo por ter avançado com o carro contra ela e o neto.

Ele relatou à polícia que não teve a percepção se havia machucado ou não o idoso quando ‘avançou’ com o veículo. Ainda de acordo com o suspeito, a vítima e o neto continuaram a caminhar após a ‘discussão’.

Motorista que deu ‘voadora’ em idoso que morreu após a agressão chorou durante reconstituição do crime — Foto: Brenda Bento/g1

Cesar Torresi morreu após levar ‘voadora’ na altura do peito em Santos (SP) — Foto: Arquivo Pessoal e Reprodução/Redes Sociais

“Nesse final de semana meu pai veio nos visitar e estava indo ao shopping passear com meu filho de mãos dadas. […] A rotina dele era visitar os três [filhos] em cada cidade, pegando os netos e passeando com todos eles”, afirmou Bruno.

Tiago Gomes Souza, de 39 anos, que deu a ‘voadora’ em idoso, chorou na reconstituição do crime em Santos (SP) — Foto: Matheus Croce/TV Tribuna

De repente, segundo o menino, um carro avançou na direção deles, freou bruscamente e o idoso se apoiou no capô sem causar danos. No momento em que a vítima e o neto terminaram de atravessar, o motorista foi até eles a pé e deu a voadora, um chute no peito do homem.

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no local, viu que o idoso era atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A vítima estava desacordada e foi encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Leste, onde foi intubada, teve três paradas cardíacas e não resistiu.

Após a audiência de custódia em que a prisão em flagrante foi convertida para preventiva, o advogado de defesa de Tiago, Eugênio Malavasi, solicitou habeas corpus para “concessão da liberdade do acusado pela ausência de fundamentos da prisão, que pode ser substituída por medidas cautelares diversas”.

Homem, de 39 anos, foi preso no bairro Aparecida, em Santos (SP) — Foto: Redes sociais

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

esquema-de-fraudes-tributarias-alvo-da-policia-federal-fez-530-vitimas-em-200-cidades;-veja-lista

G1 Santos

Esquema de fraudes tributárias alvo da Polícia Federal fez 530 vítimas em 200 cidades; veja lista

De acordo com informações da PF, a organização criminosa é especializada em fraudar pagamentos de impostos à Receita Federal, fazendo empresas acreditarem que estavam quitando o débito com créditos tributários que não existiam e cobrando desses empresários pelo serviço. Nesta terça, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão no interior e na capital paulista. 🎯 Quem são os alvos? Entre os alvos estão o suspeito de ser o principal […]

today18 de junho de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%