G1 Mundo

VÍDEO: Tripulantes de veleiro lançam explosivos caseiros contra orca na Espanha

today20 de agosto de 2023 17

Fundo
share close

Em um dos casos, um grupo foi flagrado na quinta-feira (17) jogando os explosivos no mar em direção a uma orca que nadava perto do veleiro onde estavam.

A polícia identificou e notificou os agressores neste domingo (20).

O lançamento foi flagrada em vídeo por tripulantes de outro barco (veja acima). Na ação, que aconteceu perto do Estreito de Gibraltar, no sul da Espanha, pessoas que estavam em uma embarcação turística destinada ao avistamento de baleias filmam o momento em que uma orca nada próxima a um veleiro.



Na sequência, homens que estavam no veleiro lançam explosivos no mar a partir de armas de ar comprimido na direção da orca, que submerge.

O vídeo mostra como passageiros do barco ao lado e de outras embarcações gritam e reprimem os tripulantes do veleiro, que ignoram os pedidos e seguem arremessando os explosivos, que, segundo a polícia, eram de fabricação caseira.

Desde meados do ano passado, pilotos e tripulantes de embarcações que navegam pela Espanha e por Portugal têm relatado “ataques” de orcas, que se aproximam dos barcos e batendo no casco, algumas vezes inclusive quebrando o leme e deixando iates, navios e veleiros à deriva.

Mas, segundo o Serviço de Proteção à Natureza da Guarda Civil Espanhola (Seprona), tripulantes de veleiros e iates têm utilizado a estratégia dos explosivos para afugentar as orcas – uma ação proibida por lei no país.

Após as imagens se espalharem pelas redes sociais e pela imprensa europeia e causarem comoção, a polícia espanhola saiu em busca dos agressores.

Neste domingo, a tripulação foi identificada e encontrada com o barco atracado em um porto da cidade de El Ejido, no extremo sul da Espanha. Guardas civis notificaram os homens e alertaram para que não lançassem mais explosivos.

Mas nenhuma multa foi aplicada, o que gerou críticas por parte de internautas – as orcas estão catalogadas como espécie ameaçada no código de proteção de animais do país, e, por isso, a lei proíbe qualquer tentativa de captura ou agressão contra o cetáceo.

A Guarda Civil espanhola, no entanto, disse que abriu uma investigação contra os agressores.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

missao-lunar-russa-fracassa-apos-colisao-de-sonda

G1 Mundo

Missão lunar russa fracassa após colisão de sonda

A Roskosmos, a agência espacial estatal russa, disse que perdeu contato com a nave após a sonda ter sido colocada na órbita de pré-pouso no sábado (19). "O aparelho entrou em uma órbita imprevisível e deixou de existir como resultado de uma colisão com a superfície da Lua", informou a Roskosmos em um comunicado. "Durante a operação, ocorreu uma situação anormal abordo da estação automática, que não permitiu que a […]

today20 de agosto de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%