G1 Mundo

Xi Jinping viaja à Rússia para apoiar a Putin e tentar reativar negociações de paz

today20 de março de 2023 13

Fundo
share close

O líder chinês, que serviços de inteligência apontam como o grande parceiro militar do presidente russo, Vladimir Putin, ao longo de 2023, chegará ainda nesta manhã a Moscou, segundo o Kremlin.

Xi se encontrará com Putin, com quem dará uma entrevista à imprensa. Na terça-feira (21), debaterão uma “parceria estratégica” entre os dois países, de acordo com o governo russo.

Mas Pequim afirma que a viagem é o primeiro passo na tentativa da China de liderar uma nova rodada de negociação de paz entre Rússia e Ucrânia.



Em um artigo publicado na edição desta segunda de um jornal estatal russo, Xi Jinping disse que sua proposta de paz servirá para “neutralizar as consequências do conflito e promover um acordo político”. Mas ele disse saber que não é uma tarefa fácil.

“Problemas complexos não têm soluções simples”, afirmou.

Já Putin, que chamou Xi Jinping de “velho amigo”, disse que a visita do líder chinês confirma a parceria “especial” entre Rússia e China.

O serviço de inteligência do Reino Unido afirma que China deve fornecer equipamentos militares para a Rússia ao longo deste ano. Pequim negou.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ate-que-ponto-funcionou-o-acordo-de-graos-ucrania-russia?

G1 Mundo

Até que ponto funcionou o acordo de grãos Ucrânia-Rússia?

Como advertiram especialistas em segurança alimentar, essa estratégia era potencialmente catastrófica para os países mais pobres, por gerar escassez de grãos e consequente aumento de preços. Em julho, por fim, Kiev e Moscou firmaram um acordo a respeito, sob mediação da Turquia e da Organização das Nações Unidas. A Iniciativa dos Grãos do Mar Negro tem sido basicamente respeitada, apesar de alguns percalços, como as ameaças russas de se retirar. […]

today20 de março de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%