G1 Mundo

Chuvas provocam 50 mortes no Paquistão

today7 de julho de 2023 9

Fundo
share close

50 pessoas, incluindo 8 crianças, morreram em inundações e deslizamentos de terra provocados pelas chuvas de monção que afetam o Paquistão há várias semanas, anunciaram as autoridades nesta sexta-feira (7).

A temporada de monção, que ocorre entre junho e setembro, provoca cerca de 70 a 80% das chuvas registradas durante todo o ano no sul da Ásia.

As chuvas são cruciais para milhões de agricultores e para a segurança alimentar desta região populosa, mas também provocam inundações trágicas e deslizamentos de terra.



“Registramos 50 mortes em vários incidentes relacionados com as chuvas em todo Paquistão desde o início da monção, em 25 de junho”, afirmou uma fonte do Serviço Nacional de Gestão de Catástrofes. No mesmo período, 87 pessoas ficaram feridas.

Equipe de resgate monitora a situação da enchente em ponte sobre um rio em Rawalpindi, no Paquistão, em 7 de julho de 2023 — Foto: Aamir Quereshi/AFP

A maioria das mortes aconteceu na província de Punjab (leste), com choques elétricos e desabamentos de imóveis.

Na província de Khyber Pakhtunkhwa (noroeste) foram encontrados os corpos de oito crianças, atingidas por um deslizamento de terra no distrito de Shangla.

Autoridades de Lahore, segunda maior cidade do Paquistão, afirmaram que a quinta-feira (6) bateu o recorde de chuva. As rodovias ficaram inundadas e quase 35% da cidade estava sem energia elétrica e água.

O serviço meteorológico prevê mais chuvas torrenciais para os próximos dias e alertou para possíveis inundações nas proximidades dos principais rios do Punjab.

Os cientistas afirmam que as monções se tornaram mais abundantes e imprevisíveis com a mudança climática.

O Paquistão, quinto país mais populoso do mundo, é responsável por menos de 1% das emissões globais de gases do efeito estufa, mas é um dos mais vulneráveis aos fenômenos meteorológicos extremos provocados pelo aquecimento global.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘ninguem-saiu-como-heroi’,-diz-lukashenko-a-bbc-sobre-motim-do-grupo-wagner

G1 Mundo

‘Ninguém saiu como herói’, diz Lukashenko à BBC sobre motim do Grupo Wagner

Portanto, se há alguém que pode nos dar uma luz sobre esta história obscura, certamente é ele. Ou pelo menos é o que esperamos. Fizemos parte de um pequeno grupo de jornalistas convidados ao Palácio da Independência em Minsk, capital de Belarus, para "uma conversa" com Lukashenko. Poucas semanas atrás, especulava-se freneticamente sobre seu estado de saúde. Mas ele mostrou resistência: a "conversa" durou quase quatro horas. No entanto, em […]

today7 de julho de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%