G1 Mundo

Conheça o MQ-9 Reaper, drone americano que foi derrubado no Mar Negro

today14 de março de 2023 11

Fundo
share close

O veículo aéreo não tripulado é usado para coletar informações e servir de apoio para ataques, mas também é equipado com mísseis guiados a laser.




Conheça o MQ-9 Reaper, drone mais letal dos Estados Unidos

Conheça o MQ-9 Reaper, drone mais letal dos Estados Unidos

Apesar de ser principalmente um equipamento de inteligência, isso não significa que ele não tenha capacidade de ataque. O Reaper pode ser equipado com até 8 mísseis guiados a laser, sendo considerado uma arma letal e altamente precisa, que inclusive foi usada para matar um líder iraniano em 2020.

  • Função Primária: coleta de informações para apoio a missões de ataque
  • Funções secundárias: vigilância, reconhecimento, apoio aéreo, busca e salvamento de combate, ataque de precisão, marcação de alvos
  • Fabricada por: General Atomics Aeronautical Systems, Inc.
  • Motor: turbopropulsor Honeywell TPE331-10GD
  • Impulso: 900 cavalos de potência
  • Envergadura: 20,1 metros
  • Comprimento: 11 metros
  • Altura: 3,8 metros
  • Peso: 2.223 kg (sem carga)
  • Carga útil: 1.701 kg
  • Capacidade de combustível: 2278 litros
  • Velocidade máxima: 444 km/h
  • Alcance: 1.850 km
  • Altura máxima em voo: 15.240 metros
  • Armamento: Combinação de mísseis AGM-114 Hellfire, GBU-12 Paveway II, GBU-38 Joint Direct Attack Munitions, GBU-49 Enhanced Paveway II e GBU-54 Laser Joint Direct Attack Munitions
  • Operação (remota): 1 piloto e 1 operador de sensor
  • Custo: US$ 56,5 milhões (aproximadamente R$ 300 milhões) (esse valor inclui quatro aeronaves, uma estação de controle terrestre e link de satélite)
  • Início de operação: Outubro de 2007
  • Acervo em 2021: 50 unidades (equivalente a 200 aeronaves)

Fonte: Força Aérea dos Estados Unidos

Um drone MQ-9 Reaper da Força Aérea dos EUA é visto em um hangar na Estônia, em 1º de julho de 2020 — Foto: REUTERS/Janis Laizans

O Reaper faz parte de um sistema que inclui uma estação de controle terrestre e um link de satélite. A tripulação básica consiste em um piloto treinado para controlar a aeronave e comandar a missão, e um operador alocado para controlar os sensores e guiar as armas.

O sistema do MQ-9 é composto por um conjunto robusto de sensores visuais, entre eles um sensor infravermelho, câmera infravermelha de ondas curtas e marcadores a laser, que serve para “marcar” alvos para outros equipamentos atingirem, como um bombardeiro ou arma de artilharia.

Imagem de um drone MQ-9 Reaper — Foto: Creative Commons/Wikipedia

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Você deseja continuar recebendo este tipo de sugestões de matérias?




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

eua-afirmam-que-tiveram-drone-derrubado-pela-russia-no-mar-negro;-moscou-nega-colisao-com-caca

G1 Mundo

EUA afirmam que tiveram drone derrubado pela Rússia no Mar Negro; Moscou nega colisão com caça

O Departamento de Defesa dos EUA afirmou que dois jatos russos realizaram uma interceptação "imprudente" do drone espião norte-americano, o que resultou na colisão entre o SU-27 e o equipamento. Várias vezes antes da colisão, segundo os americanos, as aeronaves despejaram combustível no drone e voaram na frente dele em manobras inseguras. “Nossa aeronave MQ-9 estava conduzindo operações de rotina no espaço aéreo internacional quando foi interceptada e atingida por […]

today14 de março de 2023 69

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%