Gospel Prime

Creche orienta pais a não chamarem mais filhas de “princesas” e “bonitas”

today21 de março de 2023 2

Fundo
share close

A Bright Horizons, uma gestora de creches e pré-escolas no Reino Unido, enviou um manual de “boas práticas” aos pais das crianças matriculadas, e nele se destacam orientações sobre evitar reforçar estereótipos de gênero e aparência física das meninas.

Segundo a cartilha, as famílias não devem chamar as filhas de “bonitas” e “princesas”.

O guia explica que elogiar a aparência de uma menina ou rotular seu comportamento como “bom” só contribui para reforçar os padrões supostamente machistas da sociedade.

Em vez disso, a recomendação é que os pais “reflitam” sobre como estão criando suas filhas e que enalteçam outras características, como a inteligência e a criatividade.

Além disso, o manual da Bright Horizons também orienta os pais a evitarem “referências baseadas em gênero”, como as frases: “Mocinhas não se comportam dessa maneira”.



Os pais são aconselhados a encherem suas casas com livros, brinquedos e decorações que não estejam de acordo com os papéis específicos femininos. Essa prática é uma forma de incentivar as crianças a adotarem a ideologia de gênero, tendo uma visão mais ampla sobre o que é considerado masculino e feminino.

Em entrevista ao jornal britânico The Express, uma mãe que preferiu não se identificar criticou a iniciativa da escola, por politizar o ambiente da creche. “A Bright Horizons está ditando aos pais suas próprias opiniões políticas sobre como criar os filhos”, disse a mulher. No entanto, muitos pais têm elogiado a abordagem da Bright Horizons, afirmando que as orientações ajudam a criar um ambiente mais igualitário para as crianças.

A Bright Horizons foi fundada nos Estados Unidos em 1986, como prestadora de cuidados infantis para pais que trabalham. Atualmente, o grupo educacional possui mais de 700 centros educacionais nos Estados Unidos e no Canadá, além de mais de 300 no Reino Unido.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

quem-foi-lilith,-primeira-mulher-de-adao,-e-por-que-ela-renunciou-ao-paraiso

G1 Mundo

Quem foi Lilith, primeira mulher de Adão, e por que ela renunciou ao Paraíso

"A primeira mulher de Adão. Não se apaixone por seu cabelo lindo, por mais que seja um rico adorno que contribui para a sua beleza, porque quando ela usa para alcançar um jovem, ela nunca o solta”. Assim disse Mefistófeles a Fausto no magistral drama teatral de Johann Wolfgang Von Goethe de 1808, uma descrição com a qual a própria Lilith não concordaria muito. Ao longo dos séculos, diversos relatos […]

today21 de março de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%