G1 Mundo

Equador faz mega apreensão de cocaína e captura o Comandante Gringo, líder de dissidência das Farc que era procurado na Colômbia

today22 de janeiro de 2024 1

Fundo
share close

O principal líder organização Oliver Sinisterra, uma dissidência das Farc, da Colômbia, que rejeitou o processo de paz de 2016 para traficar cocaína, foi capturado no Equador, informou a polícia deste país nesta segunda-feira (22).

O homem capturado chama-se Carlos Arturo Landázuri Cortés, mas é conhecido como El Gringo ou Comandante Gringo

O chefe da polícia do Equador, César Augusto Zapata, afirmou na rede social X que as autoridades capturaram o líder do grupo Oliver Sinisterra depois de três meses de investigações. Zapata também afirma que o Comndante Gringo estava ligado a atividades terroristas em uma província do Equador.



O Comandante Gringo chegou ao posto de liderança da organização Oliver Sinisterra quando substituiu o equatoriano Walther Arizala, conhecido como Guacho, morto por militares colombianos em dezembro de 2018. Na época, as autoridades calcularam a idade do Comandante Gringo na casa dos 24 anos.

Ele era um dos homens mais procurados da Colômbia e é acusado de participar no sequestro e assassinato de uma equipe de jornalistas do Equador em 2018.

Organização domina tráfico em região da América Central

O Ministério Público da Colômbia inclui a Oliver Sinisterra entre as “organizações transnacionais dedicadas ao tráfico de cocaína”.

Essa organização domina os corredores de saída da droga pela América Central, em direção aos Estados Unidos e à Europa no sudoeste do país, segundo as autoridades colombianas.

Localizado entre o Peru e a Colômbia, os maiores produtores de cocaína do mundo, o Equador vive um novo confronto com o tráfico de drogas. Mais de 20 facções associadas a cartéis mexicanos e colombianos mantêm o país sob controle desde o início de janeiro, com uma onda de violência que deixa cerca de 20 mortos.

Exército faz maior apreensão de cocaína do Equador

O Exército do Equador encontrou nesta segunda-feira (22) 22 toneladas de cocaína escondidas em uma região rural. Essa é a maior apreensão de drogas da história do país, de acordo com o jornal “El Universo”.

A droga estava um esconderijo secreto subterrâneo. Segundo a descrição do jornal, era uma espécie de um corredor subterrâneo que levava a diversos cômodos com cerca de 48 metros quadrados e 2 metros de altura.

Cerca de 150 militares participaram da ação para apreender a droga. Ainda segundo o jornal, essa é a maior operação desse tipo do país e aconteceu depois de meses de investigação.

Equador prende 1327 pessoas ligadas ao crime organização após megaoperação em prisões

Equador prende 1327 pessoas ligadas ao crime organização após megaoperação em prisões

Crise de segurança no Equador

No dia 7 de janeiro, as autoridades do país haviam se dado conta de Adolfo Macías (conhecido como Fito), um líder da facção Los Choneros, havia fugido da prisão.

O presidente do Equador, Daniel Noboa, decretou estado de exceção em 8 de janeiro.

No dia seguinte, 9 de janeiro, homens encapuzados e armados invadiram um estúdio de TV ao vivo, enquanto um programa vespertino era transmitido.

O presidente Noboa então afirmou que o país vivia um conflito armado interno.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

como-cidade-sagrada-na-india-esta-sendo-transformada-em-‘vaticano-hindu’

G1 Mundo

Como cidade sagrada na Índia está sendo transformada em ‘Vaticano hindu’

O templo — chamado de "Vaticano hindu" por líderes nacionalistas hindus — substitui uma mesquita do século 16 que foi demolida por uma multidão de hindus em 1992, provocando tumultos nos quais quase 2 mil pessoas morreram (leia mais abaixo). A construção do templo ao deus hindu Ram em Ayodhya cumpre uma promessa feita a nacionalistas hindus. Muitos hindus acreditam que a mesquita no local havia sido construída por invasores […]

today22 de janeiro de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%